Cidade

Na noite dessa segunda-feira, dia 10, o escritor, pedagogo e ex-secretário de cultura de Ilhéus, Pawlo Cidade, usou o seu perfil no Facebook para “se despedir” do cargo. No texto, Pawlo ressalta que foram 500 dias à frente da pasta, agora transformada em “Cultura e Turismo” e comandada por Fabio Wanderley.

O ex-secretário justificou a sua saída com “desejos alheios” à sua vontade. “A política, não a Cultural, tem dessas coisas. A gente até sabe o dia que entra, mas não tem como saber o dia que sai (ou cai! Rs), lamentou. Ainda segundo Pawlo, seu esforço à frente da secretaria de cultura teve como objetivo desempenhar uma “política cultural de escuta, de proposições, de ações e de responsabilidades”.

“Perdemos a oportunidade de solidificar um projeto que nos pautaria pelos próximos anos”, voltou a lamentar. Ao final, sobre seus aprendizados, Pawlo disse que “não adianta dar murro em ponta de faca. O sistema não vai mudar”.