Lukas.

Com mandados de prisão em aberto desde a última terça-feira, dia 14, os vereadores ilheenses Tarcísio Paixão e Lukas Paiva seguem foragidos.

A dupla presidiu o legislativo local entre os anos de 2015 e 2018 e é alvo de mandados de prisão preventiva no âmbito da Operação Chave E, acusada de praticar fraudes em licitações, desvios e lavagem de dinheiro público.

TarcísioTarcísio

Segundo informações colhidas pelo ILHÉUS EM RESUMO, os dois vereadores tentam ganhar tempo enquanto esperam o Tribunal de Justiça da Bahia julgar pedidos de habeas corpus, que podem evitar as prisões.