WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia teatro itabuna secom bahia


abril 2019
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: 24/abr/2019 . 8:52

GOLFINHO RARO APARECE MORTO EM PRAIA DE ILHÉUS

Do Ilhéus 24h

Espécie rara

O Projeto (a)mar – um “a” na frente e o mar fica maior, registrou na manhã desta segunda-feira (22.04.2019) o encalhe de um Cachalote Anã (Kogia sima), na Praia do Me Ache, no município de Ilhéus/Ba.

Segundo a Bióloga e Coordenadora do Projeto (a)mar, o cachalote-anão (Kogia sima) é uma das três espécies de cachalotes existentes no mundo, e ficou popularmente conhecida como baleia por causa do romance “Moby Dick”, no entanto o mamífero pertence a família dos golfinhos. Portanto é um cetáceo. Normalmente não são muito observadas e a maioria das informações vem de espécimes que encalham nas costas brasileiras e mundiais.

O cachalote-anão é a menor de todas as cachalotes. Crescem em média até aos 2.7 metros de comprimento e podem pesar até 250 kg, o que torna esta espécie  mais pequena que os maiores dos golfinhos Apresentam movimentos lentos e deliberados sem produzir muito ruído ou espuma e geralmente mantém-se imóvel quando sobe à superfície do mar. Assim, só pode ser observada em mares muito calmos.

Segundo o Projeto (a)mar, já houve encalhe desse animal nas Praias de Ilhéus. E que a mais de 05 anos, não havia registro de morte desse cetáceo. A “causa mortis” do animal ainda é desconhecida, segundo o Médico Veterinário e Sub-Coordenador do Projeto (a)mar, Dr. Wellington Laudano. O mesmo ressalta que o animal tinha cerca de 01 metro de comprimento e não foi possível identificar o sexo , e que os cachalotes anãs prefere águas profundas, mas ainda assim é uma espécie mais costeira que as demais.

As cachalotes se alimentam de lulas, polvos e peixes. Uma vez que é uma espécie mais costeira que as demais cachalotes, pode ser mais vulnerável às interferências humanas, como a pesca e a poluição, afirma a bióloga Stella Tomás.

De acordo com o Médico Veterinário, Dr. Wellington Laudano, o Projeto (a)mar monitora toda a fauna marinha do sul da Bahia. E que esse registro raríssimo em nosso litoral, nos dá alguns indicativos de rotas e migrações e até mesmo de um possível berçário dessa espécie em nosso estado. Mas que são necessários estudos e pesquisas científicas para confirmar tal hipóteses.

Contato para emergências da fauna marinha, pode entrar em contato com o Projeto (a)mar pelo telefone/ whatsapp (73) 99812-2850. Visitem nossas redes sociais @projeto.amar.ba (instagram e facebook).

EMPRESAS DO GRUPO BRASILEIRO ABREM VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Grupo tem vagas abertas.

As empresas Rota Transportes Rodoviários, Viação Cidade Sol e Viametro Transportes Urbanos, que integram o Grupo Brasileiro, iniciaram recrutamento para vagas de Auxiliar Administrativo Financeiro e de Cobrador, disponibilizadas a pessoas com deficiência nas cidades de Itabuna, Valença e Ilhéus. A seleção é coordenada pelo setor de Recursos Humanos nas referidas companhias.

Na Rota Transportes, há uma vaga para Auxiliar Administrativo Financeiro, com atuará na sede da empresa, em Itabuna. O candidato deve ter como escolaridade o nível médio completo e residência em Itabuna. Os interessados devem enviar currículo para recrutamento@rotatransportes.com.br, ou fazer inscrição no site www.rotatransportes.com.br (Trabalhe conosco).

Na Cidade Sol, há disponibilidade de uma vaga para Cobrador. Nesse caso, o candidato deve ter o Ensino Fundamental como escolaridade e residência em Valença. Os interessados podem enviar currículo para recrutamento@cidadesoljequie.com.br, ou fazer inscrição no site www.cidadesol.com.br (Trabalhe conosco).

E na empresa Viametro Transportes Urbanos, que opera no Sistema Inteligente de Transporte (SIT) ilheense, há uma vaga disponibilizada na função Cobrador. O candidato precisa ter o Ensino Fundamental completo e residência na cidade de Ilhéus. Os interessados devem enviar currículo para recrutamento@viametro.com.br, ou entregá-lo na garagem da empresa, localizada na Avenida Roberto Santos (Bairro Esperança).

FALECEU EM ILHÉUS O JORNALISTA MARCOS CORREIA

Marcos

O jornalista Marcos Aurélio da Silva Correia faleceu, aos 66 anos, na noite desta terça-feira, 23 de abril, no Hospital São José, em Ilhéus, onde encontrava-se internado desde o último dia 5, em virtude de complicações respiratórias. O corpo do jornalista está sendo velado no SAF, no bairro da Conquista, e o seu sepultamento ocorrerá às 14h30min, no cemitério de São Jorge, no Alto do Basílio.

Marcos Correia chegou a Ilhéus em 1987, quando começou a trabalhar na Prefeitura Municipal, na assessoria de comunicação, e a partir daí passou a residir na cidade. Ele foi assessor de comunicação social do município na gestão do prefeito Newton Lima, trabalhou nos jornais Diário da Tarde e A Região, e foi sócio fundador do Diário de Ilhéus (ao lado de Damiana Gomes, Getúlio Pinto e Carlos Moura Makalé), veículo impresso que surgiu em 24 de julho de 1999, após a extinção do Diário Tarde.

Prestou também assessoria de imprensa ao extinto Instituto de Cacau da Bahia (ICB), à Unimed Ilhéus, Câmara Municipal, à Viação São Miguel, além de ter atuado em assessorias políticas. Natural de Recife, Marcos Correia iniciou a carreira de jornalista no Diário de Rio Claro, no interior de São Paulo. Em seguida, transferiu-se para Ilhéus juntamente com sua mãe, dona Isaura Silva.

Considerado um profissional crítico e combativo, atuou ainda como editorialista e redator do Diário de Ilhéus, do qual era também diretor. Há cerca de dois anos, o jornalista, que tinha o hábito de fumar, já apresentava problemas respiratórios. A internação no Hospital São José ocorreu após o transcurso de seu aniversário, no dia 4 de abril.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia