Hemóvel.

O “Hemóvel”, da Fundação Hemoba, já está em Ilhéus. O veículo se encontra na praça J.J. Seabra, na frente do Palácio Paranaguá, no centro de Ilhéus. O Hemoba realiza o cadastro de doadores de medula óssea, e estará na cidade até o próximo sábado (13).

O horário de atendimento é das 8h às 17h. Os interessados em se cadastrar como doadores de medula precisam ter entre 18 a 55 anos, estar em boas condições de saúde e comparecer no ponto de atendimento com um documento oficial com foto.

De acordo com Iara Matos, coordenadora de captação da Fundação Hemoba, serão distribuídas 200 senhas por dia, tendo como meta o registro de 2500 cadastros com a ação.

“O procedimento é muito simples, os voluntários vão preencher um formulário com os dados pessoais e realizar uma coleta de sangue com 5 ml para testes de compatibilidade. Os dados serão armazenados em um sistema informatizado nacional que realiza o cruzamento de informações com os pacientes que estão necessitando de um transplante. Esperamos na ação realizar um trabalho de conscientização com a população, para realizar um cadastro de qualidade e colher bons frutos”, afirma a coordenadora.

A chance de encontrar um doador entre irmãos é de apenas 25%, sendo que entre indivíduos que não possuem parentesco, a possibilidade é de 1 para 100 mil. Tão importante que o cadastro, os doadores precisam ficar atentos com os dados informados, atualizando o endereço e telefone sempre que houver mudança.