WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


abril 2019
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: 5/abr/2019 . 18:01

DIRETOR DE GRUPO DE DANÇA EM ILHÉUS É ACUSADO DE ESTUPRAR NOVE MENINAS

Wadson

Do Pimenta

A Polícia Civil em Ilhéus tenta prender Wadson Lima de Souza, que é acusado de estupro, maus-tratos e graves ameaças contra meninas que, na época dos crimes, tinham entre 10 e 17 anos. Os crimes, segundo investigações da polícia, ocorreram no período de 2007 a 2013 no estabelecimento em que o homem atuava como coordenador de um projeto social e do Grupo Space Dance.

Cansada dos abusos, em 2013, as vítimas decidiram denunciar o acusado na Delegacia da Mulher em Ilhéus, e o inquérito contra o acusado foi concluído em agosto de 2015. Meses depois, em janeiro de 2016, a justiça determinou a prisão de Wadson Lima, que não foi mais encontrado no endereço informado. Os exames confirmaram a violência sexual.

As vítimas, hoje adolescentes e jovens, relataram que o homem usava um argumento de que era “Filho de Santo” para fazer ameaças não somente contra elas, mas também contra toda a família. Ele alegava ainda que os estupros faziam parte dos rituais religiosos. “Ele dizia que se a gente saísse do grupo ia acontecer alguma coisa. Que a entidade ia matar”, narra uma das vítimas.

Clique aqui para ler a matéria completa.

 

MESMO COM LICENÇA AMBIENTAL, CODEBA NÃO FEZ DRAGAGEM DO PORTO DE ILHÉUS, AFIRMA EX-GERENTE

Do Tabuleiro

Albagli

Para falar sobre a importância de investimentos para o Porto de Ilhéus, o membro do Conselho municipal de Meio ambiente, Isaac Albalgli, bateu um papo na manhã desta sexta-feira (05) com o comunicador Vila Nova, no programa O Tabuleiro Ilhéus FM 105,9.

Entre os assuntos explanados, está a dragagem do Porto do Malhado para aprofundamento que, segundo Isaac, possui licença ambiental do IBAMA desde 2013 e até o momento nada foi feito pela CODEBA (Companhia das Docas do estado da Bahia) .”Pelo menos uma dragagem de manutenção poderia ser feita. É uma coisa barata para os padrões da CODEBA, cerca de R$ 4 a R$ 6 milhões”, destaca Albagli. “A gente tem tudo para se desenvolver e receber mais cargas, mais investimentos.

Mesmo com o Porto do sul, o Porto de Ilhéus vai ser sempre útil , principalmente para turismo, pontua o conselheiro que falou da importância dos navios cruzeiros estarem em Ilhéus. Além da dragagem, Isaac falou da importância de um porto seco, para os caminhões que fazem o transporte das cargas. “ Durante a gestão anterior municipal, demos importância ao Porto seco, que seria também de responsabilidade da CODEBA. Mas agora está completamente abandonado”, pontuou. Ouça na integra a entrevista com Isaac Albagli.

PROFESSORES DA UESC RECUSAM GREVE

Do Tabuleiro

Assembleia.

Em assembleia realizada nesta quinta-feira (04), os professores da UESC votaram pela manutenção do Estado de Greve docente. Os docentes, que há 3 anos reivindicam melhores condições de trabalho, salário digno e respeito aos direitos trabalhistas, consideraram a abertura da negociação um avanço importante.

A categoria aguarda respostas efetivas à pauta de reivindicação nessa primeira rodada de negociação, agendada para o dia 8 de abril. O resultado da negociação será avaliado em assembleia no dia 10 de abril, quando a deflagração da greve volta a ser apreciada.

Após 3 anos sem resposta do governo à pauta de reivindicação, aprovada pelas assembleias docentes das quatro Universidades Estaduais da Bahia (UEBA), a categoria deflagrou o Estado de Greve. A decisão da categoria abriu um novo cenário, influenciando na mobilização de outros setores da comunidade acadêmica, e na disposição de diálogo por parte de gestores, parlamentares e governo.

Ao longo da semana, além do diálogo com o Fórum de Reitores, que adiou por meses a reunião solicitada pelas representações docentes, o próprio governo oficializou a instalação das negociações. Representado pela Secretaria de Educação (SEC) e a Secretaria de Relações Institucionais (SERIN), o governo admitiu não ter avaliado a pauta da categoria, mas se comprometeu em apresentar um posicionamento na próxima segunda-feira (8).

Os docentes entendem que isso só foi possível porque a categoria não hesitou em colocar a greve em votação nas assembleias. Entretanto, decidiram aguardar uma resposta efetiva do governo à pauta de reivindicação, mantendo a greve na pauta da próxima assembleia, que ocorrerá no dia 10 de abril.

Além do movimento docente, a assembleia de estudantes da UESC, realizada nesta quarta-feira (3), aprovou o Estado de Greve da categoria. Minutos antes do início da  assembleia docente desta quinta-feira, estudantes dos cursos de Comunicação Social e Medicina protestaram exigindo contratação de docentes para oferta de disciplinas obrigatórias de ambos os cursos.

Os estudantes também declararam apoio à luta docente e lembraram a importância da luta unificada. A fala também foi reforçada pelo Coordenador Geral do DCE, que ressaltou a importância da realização de um Fórum das Doze.

Segundo o presidente da ADUSC, José Luiz de França, a categoria mantém a disposição para a luta, e que cabe ao governo demonstrar seu compromisso com as universidades públicas apresentando uma proposta efetiva à categoria. “Entendemos a greve como uma ferramenta cara ao movimento, mas não vamos hesitar caso o governo mantenha sua intransigência”, afirma França.

MINISTÉRIO PÚBLICO SE MANIFESTA CONTRÁRIO AO TRANSPORTE CLANDESTINO

Do Blog do Gusmão

Promotor.

Por meio de uma nota pública, o promotor Paulo Sampaio, da 11ª Promotoria de Ilhéus, reafirmou a ilegalidade das lotações que fazem transporte de passageiros na cidade, sem autorização da prefeitura.

A nota, divulgada nesta quinta-feira, 04, é uma resposta perante a opinião pública, ao pedido de Habeas Corpus preventivo do advogado Mesaque Soares, que visa impedir as apreensões dos veículos, bem como, a tipificação do crime como contravenção penal.

O promotor ressalta que em determinados casos, os motoristas sequer possuem carteira de habilitação, e em outros, têm o histórico de antecedentes criminais por delitos graves, “tais como homicídio, estupro e tráfico de drogas, gerando riscos de acidentes aos seus utilizadores e terceiros inocentes”.

Paulo Sampaio também saiu em defesa da participação da Polícia Civil nas operações e prestou solidariedade ao delegado Evy Paternostro, coordenador da 7ª Coorpin.

Leia a nota pública.

Em razão de publicações ocorridas nas redes sociais e mídias em geral sobre um suposto habeas corpus manejado em desfavor do Dr. Evy Silva Nery Júnior Paternostro, Coordenador da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior, na condução de termos circunstanciados em razão da atuação da Polícia Civil no combate ao transporte clandestino em Ilhéus, o Ministério Público do Estado da Bahia, por meio de sua 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, vem a público se manifestar nos seguintes termos:

  1. Desde o ano de 2013 o Ministério Público do Estado da Bahia, juntamente com a Polícia Militar da Bahia, a Polícia Civil da Bahia e a Superintendência de Transporte e Trânsito de Ilhéus vem mantendo uma exitosa e permanente campanha de combate ao transporte clandestino no Município de Ilhéus.
  2. Referida atividade atualmente mostra-se ilícita sob os aspectos criminal, civil e administrativo, razão pela qual deve ser energicamente combativa, em razão dos enormes efeitos deletérios que causa à sociedade ilheense, tais como diminuição dos empregos formais de rodoviários e taxistas, evasão de tributos federais, estaduais e municipais, bem como contribuições sociais, influência negativa no preço da tarifa dos ônibus em razão da subtração de passageiros pagantes, ausência de condições de trafegabilidade dos veículos utilizados bem como condução motoristas não habilitados e inclusive portadores de antecedentes criminais de delitos graves, tais como homicídio, estupro e tráfico de drogas, gerando riscos de acidentes aos seus utilizadores e terceiros inocentes, dentre outros ilícitos.
  3. Nessa toada, as conduções de envolvidos nessas atividades para lavratura de termos circunstanciados de ocorrência pela Polícia Civil da Bahia atendem ao comando normativo preceituado no art. 47 do Decreto-Lei n.º 3.688/41 – Lei das Contravenções Penais, sendo um ato determinado pelo ordenamento jurídico às autoridades públicas envolvidas no combate a ilícitos penais.
  4. Cumpre destacar que o transporte clandestino ora combatido pelos órgãos de defesa social não se confunde com aqueles legalmente estabelecidos por meio da Lei Municipal 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus Av. Vereador Marcus Paiva, 480, Cidade Nova, Ilhéus/BA, CEP 45.652-050. Telefaxes: (73) 3231-8091/8096. Email: [email protected] n.º 2.82900 (táxi lotação) ou pela Lei Federal n.º 13.640/18 (lei do Uber). Ao revés, estes encontram-se amparados por normas legais e, quando desempenhados dentro dos critérios legais, atendem perfeitamente aos anseios da sociedade no sentido de alternativas para a mobilidade social de Ilhéus, na busca de um meio ambiente mais equilibrado e cidade com sadia qualidade de vida.
  5. Diante do exposto, o Ministério Público da Bahia, por meio da 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, reafirma sua solidariedade para com Dr. Evy Silva Nery Júnior Paternostro no sentido da legalidade de seus atos, na defesa da sociedade ilheense contra perpetradores de ilícitos.

Ilhéus, 04 de abril de 2019.

Paulo Eduardo Sampaio Figueiredo

11º Promotor de Justiça de Ilhéus

ILHÉUS: PREFEITURA DIVULGA HORÁRIOS DA COLETA DE LIXO

Da Secom/Ilhéus

Coleta de Lixo

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Serviços Urbanos (Secsurb) e a CTA, empresa responsável pelos serviços, informa os horários da coleta de resíduos sólidos (lixo), tanto orgânicos como recicláveis, na sede e do interior. O turno da manhã terá início às 7 horas e a tarde a coleta começará às 16 horas, seguindo até o turno da noite. Para não perder o horário, a comunidade deve disponibilizar o lixo nos horários da sua localidade.

Ao todo, sete rotas realizam coletas diurnas a partir das 7 horas, em bairros e localidades rurais, como Vila Juerana, Vila Brasília, Ponta da Tulha, Mamoan, Salobrinho, Vila Cachoeira, Banco da Vitória, Condomínio Morada do Porto, Cidadelle, Teotônio Vilela, Nossa Senhora da Vitória, Ilhéus II, Vila Nazaré, Jardim Savóia, Iguape, São Domingos, São Miguel, Olivença, Acuipe, Cururupe, Hernani Sá e Nelson Costa.

Já as coletas noturnas, a Secsurb informa que mais sete rotas fazem os serviços, a partir das 16 horas, nos bairros centro, Alto do Teresópolis, Cidade Nova, Conquista, Basílio, Avenida Esperança, Malhado, Alto da Tapera, Alto do Pacheco, São Sebastião, São Francisco, Jardim Atlântico, Alto da Boa Vista, Pontal, Condomínio Azulão, Parque de Olivença, Condomínios Mar de Ilhéus I e Mar de Ilhéus II.

ILHÉUS EM ALERTA CONTRA DENGUE E CHIKUNGUNYA

Da Secom/Ilhéus

Foto Secom Ilhéus.

Segundo dados obtidos pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o número de casos de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, cresceu 301,4% em 2019 na Bahia. O município de Ilhéus ainda não apresentou aumento significativo nos números de caso, porém o índice de infestação predial (IIP) do mosquito transmissor está alto, em 10%. O Ministério da Saúde preconiza meta de 1%.

A combinação de altas temperaturas e chuvas, características do período de primavera/verão, aumentam as chances de proliferação do vetor transmissor, já que os moradores acabam descuidando da limpeza dos quintais. O mosquito procria-se até mesmo em depósitos pequenos com água parada como tampinhas de garrafas e folhas secas.

Considerando o alto IIP e o período de chuvas, a secretaria municipal de Saúde (Sesau), por meio da vigilância em saúde, está intensificando as ações de controle das arboviroses (dengue, zika e chikungunya) realizando vistoria de rotina nos imóveis, bloqueio focal e perifocal de criadouros em situações de casos suspeitos e confirmados, pesquisa larvária em 1/3 dos imóveis e vistorias aos pontos estratégicos de 15 em 15 dias.

Além das ações de rotina, o Programa de Controle às Endemias conta com uma equipe de educação em saúde que realiza palestras principalmente nas escolas da rede pública e privada. De acordo com a Vigilância, não basta apenas um pequeno grupo combater a Dengue, precisa que cada morador se torne o agente de saúde da própria casa, identificando e eliminando os possíveis focos do mosquito.

 

ILHÉUS RECEBE OFICINA DE JORNALISMO CIDADÃO

Oficina.

Na próxima-sexta-feira (12), será realizada na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), a Oficina de Jornalismo Cidadão. A ação é uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo e Agência Mural de Jornalismo das Periferias, em parceria com o Instituto Nossa Ilhéus (INI), através do Projeto MobCidades. A oficina conta ainda com o apoio do Colegiado de Comunicação Social da UESC.

O objetivo da formação será mostrar a experiência de jornalismo comunitário realizada em São Paulo por meio do “Projeto 32xSP: a notícia do território no território da notícia”, e apresentar instrumentos e estratégias para o desenvolvimento do trabalho jornalístico de base comunitária no eixo Ilhéus-Itabuna, tendo como foco o tema mobilidade urbana.

A formação terá como facilitadores Luanda Nera, coordenadora de comunicação da Rede Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis, e Vagner de Alencar, editor do 32xSP e da Agência Mural de Jornalismo das Periferias.

Serão oferecidas 30 vagas para participação na oficina, 8 para membros de organizações co-executoras do Projeto MobCidades em Ilhéus (Associação de Surdos de Ilhéus – ASI, Rotary Club de Ilhéus, Associação dos Criativos do Hernani Sá e Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB) e mais 22 para estudantes dos cursos de graduação em Comunicação Social da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC (Ilhéus) e de Jornalismo da União Metropolitana de Educação e Cultura – UNIME (Itabuna).

Os interessados podem se inscrever até o dia 11 por meio do formulário online disponível no link: https://forms.gle/TtzTX5kUU8DZ6HGr8.

Para mais informações, entre em contato com o INI pelo e-mail: contato@nossailheus.org.br .

Sobre o Projeto 32xSP

O projeto 32xSP é uma iniciativa coordenada conjuntamente pela Rede Nossa São Paulo e pela Agência Mural de Jornalismo das Periferias, com o apoio da Fundação Ford. Desde 2016, por meio do portal www.32xsp.org.br, são publicadas reportagens diárias sobre as 32 regiões administrativas do município, cobrindo principalmente, a partir do ponto de vista dos cidadãos, as questões relacionadas às desigualdades no acesso à infraestrutura e serviços públicos, o que está funcionando nos bairros, como o poder local tem respondido às demandas por direitos e serviços, além dos mecanismos e espaços públicos para participar da melhoria da qualidade de vida nos bairros que compõem a sua administração local.

Sobre o MobCidades

Desde 2017, o Instituto Nossa Ilhéus faz parte do projeto MobCidades – Mobilidade, Orçamento e Direito à Cidade”, financiado pela União Europeia e sob coordenação nacional do Instituto Nacional de Estudos Socioeconômicos (INESC). Contempla 10 movimentos da Rede Brasileira de Cidades, sendo o INI o único na Bahia. Cada movimento trabalha com mais quatro co-executores locais. Em Ilhéus, são: Associação de Surdos de Ilhéus, UFSB, Rotary Club e Associação de Criativos do Hernani Sá. O objetivo é fortalecer organizações para monitorarem o orçamento público destinado à área da mobilidade urbana, por meio de incidências em nível local e nacional.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia