Do Tabuleiro

Nerival

Na manhã do último sábado (9), o Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), em Ilhéus, aprovou por unanimidade a incorporação do Partido Pátria Livre (PPL) à sua sigla. A aprovação segue orientação da executiva nacional comunista, negociada e já aceita no Congresso Nacional para superar a cláusula de barreira partidária.

Também foram indicados os delegados para a conferência estadual do PCdoB na Bahia. Para Josenaldo Cerqueira, presidente do partido em Ilhéus, “a aprovação dessa resolução visa fortalecer a unidade partidária em resistência as medidas do atual governo contra os diretos dos trabalhadores e os retrocessos nas políticas sociais contra os mais pobres”.
“Convencionou-se no Brasil que as políticas sociais que atendem os mais pobres tornaram-se privilégios, enquanto os verdadeiros privilégios daqueles que se beneficiam com o jogo e a manutenção do poder trata-se como ‘direito’, é preciso retomar o crescimento do país, com paz, justiça social e incluindo as necessidades do povo como prioritárias para nosso desenvolvimento”, argumentou Josenaldo.
Cerqueira ainda enfatizou que o PCdoB de Ilhéus está em definida oposição ao governo Marão. “Nas últimas eleições municipais tivemos o camarada Rodrigo Cardoso na chapa derrotada, o povo ilheense nos colocou na oposição, portanto, a partir daquele momento fomos neutros ao governo municipal. Agora, com claras demonstrações dos retrocessos de Marão, como a questão da tarifa municipal de transporte coletivo, demissão de servidores efetivos, entre outros desmandos, não nos resta outro caminho, o da oposição”, finalizou.
Vereador Nerival
O diretório municipal do PCdoB, em Ilhéus, indicou que o vereador Nerival deve posicionar-se de acordo com as orientações do partido, que hoje, compõe a oposição ao governo municipal. Caso o edil mantenha independência e seja base do governo Marão, deve optar pelo desligamento do partido, de forma amigável, trilhando o melhor caminho que achar necessário à sua trajetória política.