Espetáculo.

A Tenda TPI está com uma programação especial para o fim de ano ilheense. Após receber o 1º Encontro Afro Baiano de Artes de 30 de novembro a 2 de dezembro, que contou com a presença da bailarina Nanda Rachell e do ator Leno Sacramento, dois importantes artistas da cena soteropolitana, abrindo este mês com chave de ouro, o Verão na Tenda contará a partir desta semana com espetáculos todas as sextas e sábados durante o mês de dezembro, integrando a programação cultural de fim de ano da cidade de Ilhéus. Estarão cartaz diversas peças que são sucesso de público e de crítica, além de performances e shows musicais.

Logo nesta quarta-feira (05), às 18h30, o espetáculo “Catavento das Artes: entre laços e abraços apertados” contará com performances de poesia, música, teatro e dança dos educandos da Escola Villa Verde, e é voltado especialmente para pais, familiares, amigos e convidados, sendo também aberto gratuitamente ao público.

Na sexta-feira (07) acontece às 19 horas o espetáculo “Uma certa Mãe Coragem”, lançado em outubro deste ano. Inspirado na obra de Bertholt Brecht, trata-se de um relato sobre a Guerra dos Trinta Anos, ocorrida entre 1618 e 1648 na Europa. A montagem homenageia Mãe Ilza Mukalê, uma mãe coragem, que como a personagem fictícia, teve que criar seus filhos sozinha.

“Os fuzis da senhora Carrar” está de volta às 19 horas da noite deste sábado (08), combinando música e projeções audiovisuais. O espetáculo narra a história de Teresa Carrar, uma mãe viúva que tenta manter a integridade dos filhos em meio à Guerra Civil Espanhola (1936-1939). Escrita em 1937 por Bertolt Brecht, a peça provoca o público a pensar sobre a estupidez de qualquer guerra. A desumanização e a impotência a que são submetidas as sociedades. O Teatro Popular de Ilhéus faz uma relação com as guerras urbanas que vivemos diariamente.

No dia 14, às 20 horas, acontece o esperado lançamento do DVD “Amor, Política e Ozadia” de Cabeça Isidoro, que teve gravação ao vivo em outubro deste ano no Teatro Municipal de Ilhéus. Com 20 anos de carreira, Isidoro traduz sua inquietude numa arte autoral que retrata e analisa nossa sociedade de forma lúdica, irreverente e irônica, acompanhado pela banda Os Infamáveis (Pablo Lisboa, Guilherme Pessoa, Lula Soares Lopes e Danilo Bass). Cabeça adianta ainda que todos aqueles que pagarem entrada “inteira” terão direito ao DVD físico.

No dia 15 (sábado), às 19 horas, o Coletivo AFRO(en)CENA trança seus fios afrodiaspóricos lançando mão da sua primeira experimentação cênica intitulada “Travessias… Ciclos Transatlânticos” exalando o cheiro de uma diáspora de si a partir da ancestralidade negra do Sul da Bahia. Com entrada na modalidade “pague quanto quiser”, todo o valor arrecadado contribuirá para a construção da nova arquibancada da Tenda TPI.

“Teodorico Majestade – as últimas horas de um Prefeito”, está em cartaz desde 26 de novembro de 2006, e será exibido no próximo dia 21 (sexta-feira), às 20 horas. Com diálogo leve e bem humorado, escrito em cordel, o espetáculo teve papel importante na mobilização da população de Ilhéus para a cassação do então Prefeito Valderico Reis, em 2007.

A peça “Carranca”, da Cia. de Teatro Mistura, de Ibotirama, fará nova apresentação na Tenda Teatro Popular de Ilhéus no dia 22 (sábado), às 20 horas. O ator Gilberto Moraes é o protagonista da peça, no papel de Zé das Carrancas, personagem pitoresco e engraçado que canta e declama seus versos e rimas.

O espetáculo musical “Ensaio sobre uma tal democracia”, projeto de Cabeça Isidoro, vai em cena na última sexta-feira do ano (28), às 20 horas, e apresenta um repertório de 15 músicas que surgem da inquietação provocada pela crise política, social e moral no Brasil. A montagem, que estreou em 2016 e tem participação de Jahgga, percussionista da banda O’Quadro.

A última apresentação do ano, “Rodando a Bossa Nova na Tenda” começa às 20 horas do dia 29 (sábado) com um recital de violão e voz por Franklin Costa, que “sambalançando” com seu violão, dá uma volta nas principais composições deste gênero.

Todos os espetáculos da casa têm valor de entrada de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia) (exceto “Catavento” e “Travesssias”, que são gratuitos). O público frequentador da Tenda TPI, e até mesmo o turista que visitará a cidade durante o verão, poderá adquirir o Cartão Fidelidade TPI e pagar meia em qualquer espetáculo da Tenda. O Cartão pode ser solicitado na bilheteria do local por apenas R$ 25,00, e será válido por 1 ano. O espectador que, por exemplo, quiser assistir a todos os espetáculos do mês de dezembro, ao pagar meia-entrada através o Cartão Fidelidade TPI economizará R$ 105,00 para ver as 9 apresentações em cartaz – além de continuar pagando apenas meia até o final da anuidade, quando poderá renovar o cartão e continuar obtendo o desconto nos ingressos do Teatro Popular de Ilhéus.

Toda a programação e outras informações podem ser encontradas no site da Tenda Teatro Popular de Ilhéus através do link www.teatropopulardeilheus.com.br. O Teatro Popular de Ilhéus é uma instituição cultural mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.