Do FRN

Comércio central.

Segundo os dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego do Ministério do Trabalho, no mês de junho Ilhéus admitiu 330 pessoas, mas demitiu 431, resultando em um saldo de -101. O município somou aos maus resultados anteriores e o acumulado do ano subiu para -377 pessoas nos postos de trabalho.

O órgão coloca Ilhéus como a 8ª pior cidade em geração de empregos.  Os melhores municípios em geração de emprego foram Barra do Choça (596), Luis Eduardo Magalhães (442), Juazeiro (382), Dias D’Ávila (361) e Correntina (287). Já as piores são lideradas por Lauro de Freitas, com -586.

Desde o início da gestão de Mário Alexandre (PSD) e José Nazal (REDE) o município vem perdendo a capacidade de gerar empregos e culminando no fechamento de várias lojas, principalmente no área central da cidade, o que demonstra inabilidade da administração municipal para resolver o problema.