WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: 7/ago/2018 . 10:29

MAKRISI E JAMIL RECEBERAM MEDALHAS DE INSTITUTO QUE É ALVO DE APURAÇÃO DO TCM

Do Blog do Gusmão

Makrisi e Jamil.

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) vai apurar a compra de diplomas e medalhas, por parte de prefeitos e vereadores – que são vendidos por empresários espertalhões, a título de honraria, por suposto destaque na administração municipal ou desempenho nas câmaras em cidades do interior do Brasil.

O TCM vai instaurar processo para que prefeitos e presidentes de câmaras municipais devolvam aos cofres públicos os recursos gastos com a taxa de inscrição para a “cerimônia de entrega da honraria”, assim como os valores gastos de recursos públicos com diárias, hospedagem e transporte para o local do evento.

A decisão de instaurar a investigação para punir os gestores públicos baianos envolvidos foi tomada nesta segunda-feira, 06, pelo presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, após reportagem exibida pela Rede Globo de Televisão, no programa “Fantástico”, no último domingo, denunciando a verdadeira indústria de venda de homenagens que existe no país que atrai – e em alguns casos ilude – gestores públicos de municípios de todo o país.

A reportagem comprovou a venda de “diploma de mérito e medalha” ao mostrar um jumento – que foi identificado como administrador municipal – sendo homenageado como um dos “Cem melhores prefeitos do país”.

Numa apuração preliminar feita pelo TCM, 26 prefeituras e 30 câmaras municipais baianas pagaram pelas distinções negociadas pelas empresas “União Brasileira de Divulgação – UBD” e “Instituto Tiradentes”, nos anos de 2017 e 2018. Os diplomas e medalhas custaram um total R$92.983,00.

O “Instituto Tiradentes” foi mais ativo, arrecadou R$80.833,00 nos municípios – 13 prefeituras em 2017 e 26 câmaras no mesmo ano. Em 2018 vendeu prêmios para 12 prefeituras e 10 câmaras. Já o UBD teve como clientes oito prefeitos em 2017 e dois prefeitos em 2018. E ganhou R$12.150,00.

Em Ilhéus, o vereador Makrisi (PT) e o ex-vereador Jamil Ocké (PP) receberam honrarias  do Instituto Tiradentes, em 2018, que serão apuradas pelo TCM (veja aqui e aqui).

ILHÉUS PERDE ELEITORES

Do Ios 24h

Votação.

Cinco dos dez maiores colégios eleitorais da Bahia tiveram redução do número de votantes este ano em relação a 2014. Dentre eles estão Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista, as três cidades com mais eleitores no estado.

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a capital baiana teve queda de 5% (de 1,9 milhão para 1,8 milhão), enquanto Feira caiu 0,9% (de 387,7 mil para 384 mil) e Conquista, 1,2% (224,6 mil para 221,8 mil). A diminuição mais expressiva foi registrada em Ilhéus, oitavo maior colégio baiano, onde a quantidade de eleitores saiu de 133,5 mil para 116,7 mil – variação de 12,5. Jequié, o nono maior, teve queda de 1,3%, caindo de 106,6 mil para 105,2 mil votantes. Completando os dez maiores colégios, Lauro de Freitas, Camaçari, Itabuna, Juazeiro e Teixeira de Freitas tiveram aumento. Já entre 20 cidades com mais eleitores, Alagoinhas e Valença também tiveram queda. Os oito demais municípios registraram aumento.

O aumento mais expressivo no número de eleitores entre os dez maiores colégios baianos foi registrado em Lauro de Freitas, que foi de 112,6 mil em 2014 para 129,1 mil agora (14,6% de variação) e ultrapassou Ilhéus na sétima posição. Camaçari, o quarto, cresceu 8,8% (de 151,9 mil para 151,9 mil) e ultrapassou Itabuna, que teve aumento de 3,6% (de 149 mil para 154,4 mil), mas ocupa a quinta posição. Teixeira de Freitas, décimo, cresceu 7,6% (de 97,4 mil para 104,9 mil). Juazeiro, sexto, saiu de 139,6 mil para 140,4 mil, com aumento de 0,6%. O levantamento foi feito pela coluna Satélite (Correio), com base nas estatísticas do TSE.

HOMENAGEM A MESTRE LUIZ CAPETA MARCA FESTEJOS PELO DIA DO CAPOEIRISTA EM ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

capoeira.

A Praça Pedro Mattos, importante palco das manifestações culturais de Ilhéus, recebeu moradores e turistas para as comemorações pelo Dia Nacional do Capoeirista, transcorrido na sexta-feira (3). Realizada com apoio do edital Cultura Livre, da Secretaria Municipal de Cultura, a programação incluiu rodas de dança e apresentações, além de exposição sobre a vida de Luiz Martone (Mestre Luiz Capeta), que este ano completa 55 anos de vida e 50 de capoeira, e homenagens ao Mestre Barreto.

O secretário de Cultura, Pawlo Cidade, representou o prefeito Mário Alexandre no evento e enfatizou que o edital Cultura Livre é um compromisso da atual gestão para o fomento às diversas manifestações culturais do município. “Os editais foram uma das principais metas do nosso plano de trabalho. A capoeira será contemplada também pelo edital Manoel Barreto, que destaca a trajetória do grande mestre Barreto, um dos pioneiros da capoeira na cidade”, disse o secretário. A capoeira é uma dança de golpes sem luta, e faz parte das maiores expressões culturais afrobrasileiras, com forte expressão na Bahia e em Ilhéus.

BURACO NA AVENIDA ITABUNA PREOCUPA MOTORISTAS

Cratera.

A buraqueira pela cidade está longe de terminar, apesar de a prefeitura informar sobre a realização do tapa buraco. Quem trafega pela avenida Itabuna, por exemplo, no sentido centro de Ilhéus, tem de passar por essa cratera, nas imediações da entrada do Malhado.

Quando chove, o buraco fica encoberto e vira armadilha aos motoristas. Por causa do alto fluxo de veículos, a prefeitura precisa resolver o problema com urgência.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia