Da Secom/Ilhéus

Operação tapa-buraco

O prefeito de Ilhéus em exercício, José Nazal Soub, reuniu-se, no gabinete do Centro Administrativo do Município, na tarde desta quarta-feira, 4, com o gerente local da Embasa (Empresa Baiana de Água e Saneamento), José Lavigne, e com o engenheiro Eduardo Del Rey, da Emprenge – empresa contratada pelo Governo do Estado responsável pela obra de implantação da rede de saneamento básico na zona sul da cidade. Na oportunidade, o prefeito pediu o plano de recomposição das ruas e avenidas que foram atingidas pelos serviços naquela região.

Nazal salientou que fez uma reclamação pessoal ao governador Rui Costa, a respeito do serviço que está sendo feito para recomposição das vias abertas para a colocação da rede de saneamento básico na zona sul. “Hoje, o representante da Embasa mostra que o governador já tomou providências para o pedido de reparo. O nosso secretário de Infraestrutura, Átila Dócio, acompanhou, conferiu e, realmente, o serviço prestado está melhorando”, declarou.

O prefeito em exercício mapeou as áreas onde as ações precisam e estão sendo realizadas, como consequência dos serviços prestados. Conforme informação do gerente da Embasa, José Lavigne, aproximadamente 20 quilômetros de rede de saneamento está implantada, que representa 1/3 da rede prevista.

José Nazal acrescentou que a parte leste da zona sul, praticamente, já está atendida com a implantação da rede. “Vai começar a entrar, agora, na zona dos bairros Nelson Costa e Hernane Sá e, posteriormente, no Ilhéus II e Nossa Senhora da Vitória. Também está sendo iniciado o trabalho de construção da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), e a gente espera que, dentro de uns 14 meses, a obra já esteja em pronto funcionamento”, adiantou.

O prefeito revelou que a questão da liberação de recursos para conclusão da obra depende do convênio a ser assinado com o município, para que a Embasa possa habilitar-se a receber os recursos do BNDES, que financia o investimento. Isso é fundamental para a conclusão da última etapa, que será a da região central do Pontal.

Estações Elevatórias – O plano de saneamento da zona sul contará com três estações elevatórias. Inicialmente, houve a proposta para instalar a elevatória central na Praça São João Batista, o que não foi aceito pelo município. No entanto, está sendo estudado uma alternativa para resolver esta questão. Então, haverá uma elevatória entre a Sapetinga e o Aeroporto Jorge Amado, outra na região do Pontal e uma na região do Nova Brasília.