Do Blog do Gusmão

Ônibus

Na tarde desta segunda-feira (28), em conversa por telefone com o Blog do Gusmão, o presidente do Sindrod, Gustavo Santana, informou que os motoristas e cobradores do transporte coletivo de Ilhéus aprovaram a realização de uma greve, em primeira votação. Para avançar, a medida deverá ser aprovada também na segunda votação marcada para hoje à tarde.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Ilhéus (Sindrod), a Associação das Empresas de Transporte Coletivo de Ilhéus (Atranspi) oferece reajuste de 2.50% para os salários e o vale-alimentação dos trabalhadores.

Segundo Santana, a categoria rejeitou a proposta na primeira votação, porque exige mais 3% para os salários, além do aumento do vale-alimentação de R$ 313,72 para R$ 400. Atualmente, o salário de motorista é de R$ 1.595,60, e o de cobrador, R$ 983,85.

Gustavo Santana explicou ao blog que, se a greve for aprovada na segunda votação, os rodoviários não vão paralisar os ônibus imediatamente. O início do movimento paredista deve respeitar o prazo de 72 horas após o anúncio da aprovação.

A categoria também vai considerar o andamento da greve dos caminhoneiros, que chegou ao seu oitavo dia hoje, para definir os rumos da mobilização em Ilhéus. Devido ao desabastecimento dos combustíveis, a frota de ônibus em circulação no município foi reduzida em 30%. Caso a redução persista, os rodoviários não descartam a possibilidade de adiar o início da greve.

Por fim, Gustavo Santana informou que os trabalhadores estão dispostos a cancelar a greve caso suas reivindicações sejam atendidas a tempo.