WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


maio 2018
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: 3/maio/2018 . 16:37

TRINTA MIL ILHEENSES AINDA NÃO FIZERAM A BIOMETRIA ELEITORAL

Da Secom/Ilhéus

O eleitor que não conseguiu fazer até hoje a biometria, em Ilhéus, onde o cadastramento é obrigatório, ainda poderá regularizar a sua situação até 9 de maio, data-limite do calendário eleitoral para alistamento, transferência e atualização de dados, segundo informou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) no início desta semana. Em toda a Bahia, são mais de 319 mil eleitores que ainda precisam regularizar a sua situação perante a Justiça Eleitoral. Só em Ilhéus, 39.651 eleitores tiveram o título cancelado por não terem se apresentado em janeiro último para fazer o procedimento. Esse foi o primeiro prazo estipulado pelo TRE-BA e segundo o órgão, ainda restam cerca de 30 mil eleitores para a realizarem o recadastramento.

No município de Ilhéus há grande quantidade de eleitores que não mais residem na cidade, mas que mantêm seu título. Esses, manterão suas inscrições canceladas, salvo se fizerem a transferência para o atual domicílio eleitoral. Quem alerta é o responsável pela 26ª Zona Eleitoral de Ilhéus, Ariston Silveira. Ele ressalta que o TRE-BA manterá o rigor quanto ao prazo final, antes das eleições. Segundo ele, “após esse período, o eleitor só poderá regularizar sua situação somente no final de novembro e o título permanecerá cancelado no alistamento eleitoral”.

Para fazer o recadastramento biométrico, são necessários os seguintes documentos no dia do atendimento presencial como, Carteira de Identidade (original); Comprovante de Alistamento Militar para os que têm 17 anos e completam 18 no ano corrente ou carteira de reservista para os maiores de 18 até 45 anos; Comprovante de Residência do município onde vota, emitido até três meses anterior ao mês corrente e em nome do solicitante do serviço ou de seus pais (original); ou apresentar Comprovante de Residência de parente acompanhado de cópia da Carteira de Identidade e da Certidão de Nascimento do titular do documento (original).

Quem não regularizar – Caso não regularize a situação, o título permanece cancelado e o cidadão não poderá participar das eleições deste ano. O cancelamento do título implica ainda em diversas consequências, por exemplo, não poder se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, não receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição.

Também, o eleitor não poderá obter passaporte ou carteira de identidade; não renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; não obter certidão de quitação eleitoral; não praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda; não obter qualquer documento nas repartições diplomáticas a que estiver subordinado; não obter empréstimos nem celebrar contratos com o Poder Público; não participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respectivas autarquias.

INSTITUÍDA SEMANA DO LIXO ZERO EM ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

Marão

O prefeito Mário Alexandre sancionou lei que institui e inclui no calendário oficial de eventos de Ilhéus a Semana Municipal do Lixo Zero. A iniciativa tem o objetivo de conscientizar a população sobre a redução dos resíduos sólidos, incentivar a promoção de mutirão de limpeza em diversos logradouros públicos e o cooperativismo, além de participar de cursos de reciclagem e aperfeiçoamento realizados pela secretaria municipal de Turismo (Setur), em parceria com entidades ligadas ao setor.

Ainda no bojo da lei número 3.940, de 10 de abril deste ano, consta que a Prefeitura de Ilhéus irá desenvolver ações necessárias e projetos voltados para conscientizar e reciclar lixo, em conjunto com as secretarias municipais de Serviços Urbanos e Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Universidade Livre do Mar e da Mata (Maramata), Câmara de Vereadores e organizações não governamentais.

Para a realização da Semana Municipal do Lixo Zero deve ser criada com antecedência de 150 dias uma comissão formada por representantes das secretarias de Serviços Urbanos, da Cultura, da Saúde e de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Câmara de Vereadores, Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), Comissão de Meio Ambiente do legislativo e organizações não governamentais que desenvolvam projetos e ações voltadas à reciclagem de resíduos sólidos.

A ação, a ser comemorada anualmente na última semana de outubro, visa também promover debates com a participação de diversos segmentos da sociedade, a exemplo de representantes do poder público, gestores de empresas e de instituições de ensino. O autor da proposta é o vereador Antonio Raimundo dos Santos Matos (Pastor Matos).

AGENTES DE ENDEMIAS PROTESTAM EM FRENTE AO GABINETE DE MARÃO

Protesto em frente ao gabinete de Marão. Foto do Ilhéus em Resumo.

Parece ter chegado ao fim a lua de mel do prefeito Mário Alexandre com os servidores do município de Ilhéus. Ano passado, Marão conseguiu fazer sorrir o trabalhador, garantindo reajuste a todas as categorias após anos sem revisão.

Em 2018, no entanto, professores já demonstram insatisfação com o rumo da campanha salarial. E, nessa quinta, dia 3, agentes de saúde e combate a endemias protestaram no estacionamento do centro administrativo, na Conquista, onde fica o gabinete de Marão.

Na pauta, o piso da categoria, ainda desrespeitado pelo município. Apesar da mobilização, os servidores não foram recebidos pelo prefeito.

PERSEGUIÇÃO ACABA EM ACIDENTE E TRÊS HOMENS PRESOS NA PASSARELA DO ÁLCOOL

Do Agravo

Material.

Mais uma vez a tranquilidade dos moradores do bairro do Pontal foi quebrada pela violência na noite desta quarta-feira (02). Um pálio JSU 9339, com três meliantes, foi perseguido pelo PETO – Pelotão de Emprego Tático e Operacional da 68 CIPM, quando invadiu a contramão na Passarela do Álcool, e bateu em dois veículos estacionados em frente ao bar e restaurante Coronel Juca.

Segundo informações de testemunhas, os policiais militares deram tiro de advertência, o veículo não parou e os integrantes atiraram contra a viatura. Dois meliantes foram presos ainda no veículo, outro tentou fugir e foi alcançado pelos policiais.

DEFESA CIVIL EM ALERTA COM AS CHUVAS EM ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

O serviço de meteorologia do site Climatempo, emitiu um alerta à Defesa Civil de Ilhéus, no final desta tarde. Embora a previsão de precipitação calculada seja de 35 milímetros, o órgão alerta para os possíveis estragos provocados pelas chuvas, ainda nesta madrugada.

A previsão é que, a partir da noite de ontem (2), comecem a soprar rajadas de ventos mais intensas sobre a cidade, com chuvas que devem prosseguir até esta sexta-feira (4), representando um acumulo de 50 milímetros.

Segundo o coordenador, Joandre Neres, a população que necessitar de ajuda deve acionar a Defesa Civil pelo fone (73) 988362753. O órgão encontra-se em estado de alerta desde o início da semana.

ISAAC ALBAGLI REBATE NOTA DO BLOG DO GUSMÃO

Albagli rebate.

Por ter tido meu nome citado na matéria “Atraso de aluguéis dificulta retorno da usina de asfalto”, venho prestar os seguintes esclarecimentos:
1- Os aluguéis em atraso, como dito na própria matéria, são referentes a janeiro de 2017 a abril deste ano, portanto não tem nada a ver com a administração de Jabes Ribeiro;
2- A empresa CMA tem alegado que possui créditos a receber da atual administração, daí não ter sido possível quitar seus compromissos;
3- O Edital da licitação que gerou contrato com a nova empresa que vai operar a Usina de Asfalto, previu nas páginas 47, 49 e minuta contratual, que a área a ser instalada a usina PERTENCE ao município, que cederá ao contratante a título de Permissão de Uso. Portanto, a alegação do “atraso” é pífia, e porque não dizer, hilariante;
4- O engenheiro Ednaldo Azevedo não é meu correligionário, e nem sei se o mesmo é filiado a algum partido político.
5- Como essa não colou, conta outra.
Atenciosamente,
Isaac Albagli

BLOG ACUSA ÂNGELA E MARÃO DE PERSEGUIR VEREADOR

Do Blog Chico Andrade

Thadeu perseguido?

Nos bastidores da política ilheense, um dos temas mais comentados tem sido a perseguição da qual tem sido vítima o vereador Thadeu Muniz, do PDT.

Uma fonte que integra o governo Marão e prefere não se identificar afirma ter presenciado, há alguns dias, uma reunião que envolveu membros da atual gestão e algumas personalidades do meio político. Nela, foi revelada a ordem de atrapalhar a atuação política do jovem parlamentar e advogado.

A ordem, segundo a fonte, partiu da deputada estadual Ângela Sousa, que avalia ser ameaçadora a atuação de Muniz no legislativo. No início da atual gestão, o grupo da deputada estadual do PSD, mãe do prefeito Mário Alexandre, impediu, através de uma articulação, que Thadeu Muniz se tornasse presidente do legislativo ilheense.

Na época, Muniz havia realizado inúmeras reuniões em seu escritório e contava com o apoio de treze parlamentares. Thadeu foi, como se sabe, traído. O edil voltou a ser alvo de perseguição ao tentar se eleger presidente da comissão de constituição e justiça. Na ocasião, a deputada estadual Ângela Sousa ordenou que Mário Alexandre convencesse um parlamentar a não votar em Thadeu Muniz.

A atuação de Thadeu, que vem realizando denúncias e promete ingressar na justiça objetivando anular a votação na qual a Câmara de Vereadores de Ilhéus permitiu o parcelamento de uma dívida estratosférica da Embasa com o município, vem irritando o governo Marão.

Há algumas semanas, Muniz estava viajando quando soube que seu irmão, Thiago Muniz, que também é uma liderança no município, havia sido nomeado diretor de divisão artística, lotado na secretaria municipal de cultura. A intenção, mais que prestigiar o irmão gêmeo do vereador, foi transmitir à sociedade a ideia equivocada de que Thadeu estaria pedindo cargos ao governo. O vereador vem afirmando, contudo, que sua prioridade é legislar para beneficiar o povo que o elegeu. Destemido, Thadeu Muniz pode ser a peça do xadrez político local que carboniza a trama armada contra seu mandato por prepostos do governo e derrete, por tabela, a reeleição de Ângela Sousa.

PT FILIA 52 NOVOS MILITANTES EM ILHÉUS

Do Blog do Gusmão

Filiação.

No último sábado (28), a Câmara de Vereadores de Ilhéus foi palco do ato de filiação do Partido dos Trabalhadores (PT). Cinquenta e dois novos militantes formalizaram o ingresso no partido.

Entre outros participantes, marcaram presença o deputado estadual Rosemberg Pinto, o secretário de Relações Institucionais da Bahia, Josias Gomes, e o vereador ilheense Makrisi Angeli.

O ato em Ilhéus seguiu tendência nacional do partido, que intensificou as campanhas de filiação no rastro do encarceramento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu maior líder político.

ATRASO DE ALUGUÉIS DIFICULTA RETORNO DA USINA ASFÁLTICA DE ILHÉUS

Do Blog do Gusmão

A usina, Ednaldo Azevedo e Isaac Albagli.

Em 2016, na gestão do ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP), a Prefeitura de Ilhéus terceirizou para a CMA Comercial Ltda a operação da usina de asfalto do município, após o fim do vínculo com a primeira empresa que operou o equipamento. Atualmente, o governo municipal trabalha para retomar o funcionamento da fábrica com uma terceira empresa, pois o contrato com a CMA não foi renovado. Enquanto se despede de Ilhéus, a CMA acumula dívidas ligadas ao terreno particular ocupado pela usina.

A dívida da CMA prejudica o município, porque dificulta o retorno do funcionamento da usina com a nova operadora. O proprietário da área se dispôs a aceitar a manutenção do equipamento no terreno, desde que o débito da CMA seja quitado. O problema é que a prefeitura não pode assumir uma pendência da empresa particular.

A informação sobre a dívida da CMA reforça o fato da paralisação da usina não ter mais nenhum vínculo com o embargo da Superintendência do Meio Ambiente, ao contrário da ideia ventilada por opositores do governo Mário Alexandre. Após acordo, o próprio município autorizou a volta da operação da fábrica.

O município não é o único prejudicado, já que o dono do terreno aguarda uma resolução do impasse para retomar seu imóvel ou firmar novo contrato de aluguel.

O Blog do Gusmão procurou o proprietário da área, o senhor Francisco Andrade Galvão, com quem conversamos hoje por telefone. Ele confirmou a existência do débito e enfatizou que a responsabilidade é da CMA, não do município.

Francisco explicou que oito terrenos de um loteamento compõem a área alugada. O valor mensal do aluguel é de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais). Segundo o proprietário, são dezesseis parcelas em atraso, correspondentes aos meses entre janeiro de 2017 e abril deste ano. Para ele, como a CMA não formalizou a devolução do espaço, o prazo ainda corre.

Contando os dezesseis meses de aluguel, a dívida da CMA chega a R$ 40.000,00 (quarenta mil reais). Além disso, segundo Francisco Andrade, a empresa deve também os valores referentes ao IPTU. Nesse caso, há um imposto para cada um dos oito terrenos.

Conforme Francisco, como a CMA não pagou os impostos, ele mesmo os quitou, com a expectativa de ser reembolsado pela empresa responsável pelo pagamento.

Somados impostos e aluguéis, a dívida da CMA com o proprietário do terreno passa dos setenta mil reais, sem considerar eventual cobrança de juros. Na conversa com o blog, Francisco preferiu não dar os valores exatos, pois não os tinha em mãos.

O engenheiro responsável pela CMA é Ednaldo Azevedo. Ele também trabalhou para a primeira empresa que operou a usina, logo depois de deixar a Superintendência de Obras, órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito de Ilhéus, durante o governo Jabes Riberio. Ednaldo ocupou o cargo sob as bençãos do ex-secretário da pasta, Isaac Albagli, homem forte do jabismo.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia