do G1

Hospital Geral Luiz Viana Filho, em Ilhéus, no sul da Bahia, suspendeu os atendimentos, por tempo indeterminado, nesta segunda-feira (12), por conta de uma reforma que será feita na unidade de saúde.

Oito crianças que estavam internadas no local foram transferidas para o Hospital de Ilhéus, onde vão seguir em tratamento pediátrico pelo SUS.

O atendimento a adultos foi interrompido no Hospital Luiz Viana Filho no dia 15 de dezembro, quando os pacientes foram levados para o Hospital Regional Costa do Cacau, também em Ilhéus.

 De acordo com o Raimundo Mota, administrador do Luiz Viana, a unidade vai passar por uma reforma para se tornar um Hospital Materno-Infantil. No entanto, não há data para as obras serem iniciadas e nem previsão para a nova estrutura começar a funcionar.

Segundo o administrador, antes de ser fechado, o Hospital Geral de Luiz Viana Filho contava com 106 leitos e atendia cerca de 200 pessoas por dia, no serviço de urgência e emergência, ambulatório e ala pediátrica.

Ainda segundo Raimundo Mota, a unidade contava com 500 funcionários que foram remanejados para o Hospital Costa do Cacau e unidades de saúde do município.

Em nota, a Sesab informou que a previsão é que a reforma do Hospital Luiz Viana Filho dure cerca de 9 meses. A unidade terá 90 leitos no total. Serão abertos leitos de pediatria, cirurgia pediátrica, unidades de terapia intensiva e semi-intensiva neonatais, leitos PPP (pré-parto, parto e pós-parto) e UTI materna.

Reportagem: G1