WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  


:: 19/fev/2018 . 14:01

RUA CEDE NO ALTO DOS PALMARES

Do Ilhéus.Net

A rua cedeu

Os moradores da Avenida Palmares está pedindo socorro, pois a ladeira que dá acesso ao bairro do Basílio e liga com a Avenida Esperança cedeu.

Conforme as imagens, uma parte da pista cedeu e bloqueou o trecho. Moradores questiona a ausência dos serviços públicos e do Prefeito Marão para solucionar o problema.

SINE OFERECE NOVAS VAGAS DE EMPREGO EM ILHÉUS

Confira a relação de vagas oferecidas pelo SINEBAHIA disponíveis para terça-feira dia 20 de fevereiro de 2018.

AUXILIAR DE DEPÓSITO

Ensino Fundamental Completo

Experiência na função

Preferência morar no Malhado e proximidades

01 Vaga

AGENTE DE RESERVAS

Ensino Médio Completo

Disponibilidade de horário

Experiência mínima de 06 meses na carteira

Preferência morar na zona sul

01 Vaga

ZELADOR

Ensino Fundamental Completo

Experiência na função

Preferência morar no Malhado e proximidades

01 Vaga

MECÂNICO MONTADOR (tubulações para incêndio)

Ensino Fundamental Completo

Experiência na função de 6 meses com registro em carteira de trabalho

01 Vaga

AUXILIAR DE MECÂNICO MONTADOR (tubulações para incêndio)

Ensino Fundamental Completo

Experiência na função de 6 meses com registro em carteira de trabalho

01 Vaga

 

RECEPCIONISTA BILINGUE

Ensino Médio Completo

Disponibilidade de horário

Experiência mínima de 06 meses na carteira

Preferência morar na zona sul

01 Vaga

 

MECANICO DE AUTOMÓVEL

Ensino Médio incompleto

Experiência mínima de 06 meses

01 Vaga

 

PROFESSOR DE CIÊNCIAS EXATAS (ENSINO MÉDIO)

Ensino Superior completo em ciências exatas

Experiência com docência

Desejável especialização em robótica, computação e/ou projetos

01 VAGA

Interessados devem se dirigir a unidade do SineBahia no SAC sala 14, situada à Rua Eustáquio Bastos, 308 Centro Ilhéus e/ou acessar o site empregabrasil.mte.gov.br

Imprescindível portar CTPS, RG, CPF

FILHOTES DE TARTARUGA ENCONTRADOS NA PRAIA DA AVENIDA SOARES LOPES

Do Agravo

Tartarugas

Na manhã desta segunda-feira (19) foram encontrados 3 filhotes de tartaruga marinha pelas areias da praia da Avenida, próximo à torre dos Salva-vidas, por uma equipe que faz limpeza voluntária no local.

Após os animais serem auxiliados a seguirem em direção ao mar, iniciou-se uma busca pelo local de onde poderiam ter saído, com o fim de avaliar seu estado, visto que os animais aparentavam extremo cansaço.

O grupo relata que a busca foi difícil por não haver buracos ou sinais evidentes de alguma cova remexida, mas após observação, moscas foram vistas rondando um espaço de areia compactada pela maré, próximo ao local onde os filhotes foram encontrados. A equipe, cuidadosamente, cavou cerca de 10 cm e encontrou outros 31 recém-nascidos e vários filhotes sem vida.

Todos os sobreviventes foram retirados e deixados na areia para andar até o mar e seguir para o desafio que a vida natural lhes reserva. O grupo, através de Vinícius Alcântara, informa que o trabalho de limpeza da praia da Avenida conta com 37 ações, que já retirou um total de 97 sacos de lixo de 100 litros do local, que é um dos cartões postais da cidade.

BOA RELAÇÃO PRESERVA DIÁLOGO COM O ESTADO E FAVORECE AS CONQUISTAS NA SAÚDE

Por Alcides Kruschewsky, secretário de Comunicação da Prefeitura de Ilhéus

Tudo isso tornou-se possível graças ao distensionamento das relações políticas e pessoais entre os gestores das diferentes esferas governamentais. Com diálogo, mesmo com divergências de pontos de vista, os resultados aparecem e a população será beneficiada.

Diferente do azedume que interrompeu os entendimentos na área de saúde entre o governo da Bahia e o governo de Ilhéus, especialmente após a nomeação do médico Claudio Moura Costa para a direção do Hospital Regional LVF, de quem o ex prefeito é desafeto, a relação respeitosa entre os representantes estaduais e municipais favorece o diálogo e a população já consegue sentir os resultados positivos. O governo do estado vai investir mais 15 milhões de reais para reestruturar a saúde em Ilhéus.

Paralelamente a esse anúncio, fruto da parceria entre estado e município, a Prefeitura de Ilhéus contratou mais 20 médicos e convocou 14 profissionais concursados para melhorar o atendimento à população. Vai, também, reformar com recursos próprios- 1,1 milhão de reais- 10 postos de saúde na cidade. A expectativa é atingir a meta de 60% da atenção básica ainda em 2018.

Ilhéus ganhará uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento, no bairro do Malhado, totalmente construída pelo Estado e custeada 50% pelo mesmo, e um Hospital Materno/Infantil com UTI’s Neo Natal e infantil, após a reforma total do Hospital Regional, onde serão investidos 9 milhões de reais.

Enquanto a UPA não fica pronta, a Policlínica Halil Medauar, na Conquista, atenderá como pronto atendimento médico, a emergências, 24 horas. Com isso, Ilhéus passará a contar com 4 PA’s 24 horas: Zona Sul, Hospital São José, COCI e a Policlínica. O Estado da Bahia ainda cederá 200 servidores para reforçar a atenção básica do município.

Tudo isso tornou-se possível graças ao distensionamento das relações políticas e pessoais entre os gestores das diferentes esferas governamentais. Com diálogo, mesmo com divergências de pontos de vista, os resultados aparecem e a população será beneficiada. Isto quer dizer que na atual gestão municipal o interesse público foi colocado acima das questões de preferências pessoais, políticas, gostos e simpatias ou antipatias. Acontece que, quando questiúnculas são colocadas acima das dores da população, o bem comum sai da mesa de entendimentos e o diálogo fica truncado, e as “tabelinhas” por vias não recomendáveis, também se revelam incapazes de produzir efeitos positivos.

Hoje, o secretário de saúde do estado, Fábio Vilas Boas, se sente à vontade para debater sobre a problemática de Ilhéus com o também médico Mário Alexandre. Mas se isso está acontecendo, todos reconhecem que o perfil de Marão, contribui muito para essa fluência. O próprio governador já demonstra que a relação entre os governantes se estreitou e ultrapassou o limite apenas institucional.

As discordâncias existem. Mas a lealdade e postura do prefeito de Ilhéus, que tem sido duramente atacado nesse momento de transição na saúde, mas que em nenhum momento expôs o governador e o secretário Vilas Boas ou mesmo o governo do estado, bancando o ônus do desgaste com as mudanças, arrancam elogios da esfera estadual, pela serenidade e foco nas soluções dos problemas, jamais alimentando choques frontais e embates, caminho que outras lideranças preferiram.

Assim, o perfil de Marão, expansivo, bem humorado, trabalhador e avesso a polêmicas desnecessárias, ao contrário dos que o criticam acidamente, vai dando sua inestimável contribuição para as conquistas como há muito não se via na área de saúde em nossa cidade. O bonachão, festivo, riso fácil, vai comprovando a eficácia de sempre colocar o aspecto positivo na condução da gestão. Então, é aí que os efusivos abraços que distribui ao encontrar as pessoas, se revela consistente e fundamental para inaugurar outra forma de se relacionar com os poderes, sem a mesma pretensão e a presunção que sempre nortearam as mesmas relações, anteriormente, colocando as vaidades dos figurões acima do sofrimento e anseios da sociedade.
O

tema “tempo de alegria e trabalho” traz em si o espírito que norteia a atual gestão municipal e sintetiza com propriedade o conteúdo para o entendimento, exatamente como já tinha ocorrido com os servidores municipais, cujo diálogo com o município também se encontrava deteriorado, inexistente. Assim demontra-se que o azedume e os choques frontais com diversos setores, aí podendo ser incluído o comércio,
longe de serem esporádicos, era uma prática de governo.

Na mesa onde o atual governo municipal senta com a comunidade e lideranças não tem havido espaço para vaidades. Estas ficaram isoladas no início de 2017, quando iniciou o governo Mário Alexandre.

AZUL – SEU ÚLTIMO VOO

Por José Rezende Mendonça

A Azul Linhas Aéreas, voou pela última vez, de Ilhéus para Salvador, às 5:00 horas, nesta segunda-feira, dia 19 de fevereiro.

A decisão da empresa, ignorou os pedidos do próprio governador da Bahia, Rui Costa, do deputado federal Bebeto Galvão, e do prefeito de Ilhéus.

No nosso caso, em particular, tínhamos um voo, de Salvador para Ilhéus no dia 26 de fevereiro, às 23:00 horas. Sem nenhum aviso, por e-mail ou telefone, a empresa, a sua maneira, me remanejou, para o mesmo dia, num voo das 13:30 horas. Como obedecer este horário, se tenho uma consulta médica marcada, para o dia 26, às 11:30 horas, desde o dia 09 de novembro de 2017, ter adquirido, esta passagem, para o dia 26, às 23:00 horas.

Procurei a empresa, e a única solução por eles, foi que eu retornasse de Salvador, um dia após, ou seja, dia 27, às 13:30 horas. Como não vi outra alternativa, estou sendo obrigado a ficar na capital baiana, sob minhas despensas, até esta data.

Já minha ida, por questões pessoais, de Ilhéus para Salvador, antes previsto para o dia, 24 de fevereiro, antecipei para o dia, 22. Voo confirmado de número: 9006 (XE2CJW), no horário das 16:00 horas, mas pelo que li na imprensa, este voo também deixa de existir. Terei que de novo, procurar a AZUL, para que esta empresa, diga finalmente, qual será meu horário, neste dia.

Não sei, qual foi a alegação da AZUL, para acabar com este voo, das 5:00 e 23:00 horas. Já que ANAC, depois de registrar queda, em 2016, em 2017, cresceu nos voos domésticos em 2,2%, e ainda teve um aumento de 3,2%, na demanda de passageiros.

UM POUCO DA HISTÓRIA DESTE AEROPORTO, QUE UM DIA FORA UM CAMPO DE AVIAÇÃO

Teco-Teco – Aeroclube do Pontal Desde os tempos de criança, pois aqui nasci e moro desde 1951.

A Pista de Pouso do Pontal, foi inaugurado, em 19 de maio de 1938 e reformado várias vezes, sendo em 1958 a mais ampla, com pista asfaltada. Nestes 80 anos, o nosso aeroporto, nunca registrou qualquer acidente aéreo, e sempre foi considerado, de muita segurança por estar localizado ao nível do mar, onde a altitude, temperatura, velocidade e direção dos ventos, facilitam a decolagem e pouso, além do mesmo, ser dotado de equipamentos de navegação, atendendo todas as segurança, estabelecidas pela Organização de Aviação Civil Internacional (OACI).

Registre-se também, que o mesmo serviu de apoio para aeronaves durante a II Guerra Mundial (1942-1945).

Avião antigo

Lembro-me, que nos anos 50 e 60, pousavam aqui diversas aeronaves (Loyde, Real, Nacional, Aerovias Brasil, LAP, TAS, VAB, NAB, etc.) sem maiores problemas, chegando a congestionar o pátio de embarque, e tudo isso, sem a tecnologia que se tem hoje.

No tempo, em que aqui pousavam, as companhias VARIG, VASP, CRUZEIRO DO SUL e SADIA, nos leva a crê, que as aeronaves eram sempre bem revisadas, e seus pilotos bem treinados e capacitados, pois decolavam e pousavam na pista do Pontal, mesmo com fortes chuvas, durante o dia ou à noite. Hoje as atuais companhias e os pilotos, querem atribuir suas deficiências, simplesmente a pista, que virou moda sendo a culpada de tudo.

Por outro lado, o Aeroporto Santos Dumont, com apenas 1323 metros de pista, menor que o de Ilhéus (1577 metros, na época), foi usado para voos internacionais, trazendo os atletas para o PAN do Rio de Janeiro. As cabeceiras da pista do Santos Dumont são bem parecidas com as de Ilhéus, onde terminam no mar ou no rio, dando maior segurança em casos de acidentes, ao contrário de Congonhas, onde suas cabeceiras são rodeadas por edificações, aonde os aviões chegam a voar, apenas há dois metros do topo dessas edificações.

Acervo Zé Rezende

No aeroporto de Ilhéus, tanto na decolagem como na aterrissagem, as aeronaves chegam atingir 30 metros de altura, acima do solo nos pontos considerados de riscos.

Nos anos 80, aqui pousou uma aeronave argentina Boeing – 737-700, que se dirigia para Fortaleza, e teve que fazer um pouso forçado, por problemas técnicos e foi bem sucedido, e mais recentemente no dia 27 de julho de 2013, um FOKER-MK 28, com uma turbina inoperante, teve que fazer também, um pouso emergencial à noite e toda operação foi um sucesso.

Nos anos 90, houve uma nova campanha, para descaracterizar o aeroporto de Ilhéus, pois, era preciso colocar em evidência, o aeroporto da Ilha de Comandatuba – Hotel Transamérica. Ameaçaram e levaram, alguns voos daqui e foi inaugurado, com toda pompa na época, por autoridades baianas, e Ilhéus se viu mais uma vez sem “pai e sem mãe”.

Bom, por uma reportagem da TV da Globo, condenou este aeroporto, que nos dias de poucas chuvas, as empresas aéreas não querem, correr os riscos de pouso, em razão da ANAC, fugir da suas responsabilidades e jogar para as empresas, toda decisão.

Em 19 de maio de 1938, quando foi inaugurado, recebeu o nome de Campo de Pouso do Pontal. Com a implantação de outras facilidades, passou a se chamar Aeroporto do Pontal, Aeroporto Brigadeiro Eduardo Gomes, Aeroporto de Ilhéus e por fim, Aeroporto Jorge Amado. A história do Aeroporto do Pontal é tão antiga quanto o da própria Aviação Comercial Brasileira. Quem viveu por aqui há de se lembrar, de que desde o final dos anos 40, prolongando-se até meados dos anos 60, nada menos, que nove companhias aéreas, já mantinham linhas na rota de Ilhéus para qualquer local do Brasil, claro, com suas conexões, como se procede até hoje. Quem é do meu tempo vai lembrar, do LOYDE AÉREO, REAL TRANSPORTE AÉREO, NACIONAL, AEROVIAS BRASIL, LAP-Linhas Aéreas Paulista, TAS – Transportes Aéreos Salvador, VAB – Viação Aérea Baiana, NAB – Navegação Aérea Brasileira e CRUZEIRO DO SUL, todos os aviões de passageiros tipo Douglas-DC-3 e C-47, bimotores/hélices, com capacidade para três tripulantes e em média 38 passageiros.

Avião de carga.

Este avião de carga tem uma história especial, foi ele quem trouxe a primeira remessa, de um lote de 52 cabeças de gado, vindo do Texas, para senhor Coriolano de Oliveira (Cori), pecuarista de Itapetinga, que importou para sua propriedade, a raça Santa Gertrudes.

Já a partir da década de 60, começaram as novas companhias como: a VARIG, VASP, SADIA, TRANSBRASIL, NORDESTE e RIO SUL, com suas aeronaves mais modernas, tipo Dart Herald, Caravelle, Boing, Avro e Samurai.

O Aeroporto do Pontal, era apoiado pelo Destacamento de Proteção ao Voo (DPV), subordinado ao Ministério da Aeronáutica. O DPV de Ilhéus foi criado em 1941, com a missão de dar segurança, aos voos no aeroporto local e nas rotas aéreas ou aerovias, bem como, fiscalização de aeronaves e tripulantes.

Desembarque Presidente Castelo Branco, 1966

Mesmo com a implantação da INFRAERO e TASA em 1981, o Destacamento de Proteção ao Voo de Ilhéus somente foi desativado em 1987. Em 2007 foi desativado o DAC, passando suas atribuições, para a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que também foi desativada em 2008, deixando, desta forma, o nosso aeroporto, sem qualquer órgão de fiscalização das aeronaves e tripulantes e outros assuntos como atraso de voos, reclamações de passageiros, etc.

Já havia naquela época, uma preocupação com a tripulação e passageiros, no caso de pernoite na cidade, e por esta razão, em 1957, foi construído o AEROPORTO HOTEL, de propriedade do senhor João Barreto, pois em determinadas horas da noite, ficaria difícil transportar os tripulantes e passageiros para o centro da cidade, em virtude da travessia, através de lanchas. Vale lembrar, que este prédio de dois andares existe até hoje, e foi transformado no Ginásio Municipal do Pontal em 1966, pelo então prefeito Herval Soledade, e atualmente renomeado para Escola Municipal do Pontal.

Praticamente nestes 80 anos, de existência foram registrados pequenos acidentes e só três merecem tecer alguns comentários.

  1. Na década de 50 a aeronave que tinha, coincidentemente, o nome de “São Jorge dos Ilhéos”, pertencente à Navegação Aérea Baiana – NAB, que segundo comentários da época, já vinha passando por dificuldades financeiras e administrativas, caiu no manguezal do Rio Santana, praticamente na cabeceira da pista, mas sem registro de vítimas, apenas raros casos de escoriações.
  2. Também na década de 50 um avião da FAB, que apresentou uma pane quando se dirigia a Caravelas, teve que retornar a Ilhéus, e nas mediações do atual bairro do Teotônio Vilela, no lugar conhecido como morro do Cupipe, colidiu e explodiu matando os três tripulantes.
  3. Já em 1973, a comissária da SADIA, Ilze Ribeiro do Val, sofreu um acidente fatal, no momento de pura infelicidade, ao se aproximar da hélice, que ainda girava lentamente, vindo a falecer no próprio pátio de estacionamento das aeronaves.

Não poderia falar do aeroporto, sem que não fizesse um breve registro, do Aeroclube de Ilhéus, com seus Aéro Boero (Teco-Teco), que foi fundado em 1942 e formou sua 1ª turma em 28 de junho de 1943 (Dia da Cidade).  

Dentre os formandos destacamos os senhores: Abel Pereira, Ruy Dórea, João Kruschewsky, Almir Freitas e José Ângelo Lima que se tornou piloto internacional da VARIG.

Também vale registrar os “homens da mala” – os Carregadores: UM (Alexandre Parente dos Santos), DOIS (José Bezerra de Jesus), TRÊS (Evangelista R. dos Santos) e QUATRO (Paulo O. da Silva).  Todos já descansam, na paz divina.

Pelo Decreto Lei nº. 10.412, de 12 de março de 2002, no governo do prefeito Jabes Ribeiro, o aeroporto recebeu oficialmente e com todo merecimento, o nome de Jorge Amado.  Atualmente, conta apenas com cinco companhias em operação, a LATAM, GOL, AVIANCA e AZUL, pois a BRA e WEB JET estiveram por aqui, por alguns meses e foram-se.  Mas, em Ilhéus sempre foi assim, inclusive nos últimos meses teve até ameaças de suspensão dos voos, ficando até o momento com certas restrições para pousos e decolagens por instrumentos, causando sérios prejuízos à região e ainda há promessas políticas, para um novo aeroporto, nas mediações do CEPEC, no Km 22 da Rodovia Ilhéus/Itabuna, ou em Juerana. Bom, aí será um novo capítulo do AEROPORTO, que um dia foi, Campo de Aviação do Pontal.

O que vimos durante todo este tempo, foram relatórios e mais relatórios, por parte da ANAC, que chegou ao primeiro momento, sugerir as cancelas eletrônicas, semáforos e guarita. De imediato, a Prefeitura de Ilhéus, tomou todas as providências, inclusive, fazendo testes destes equipamentos, parando o trânsito nas decolagens e aterrissagens das aeronaves.

Até técnicos do Cindacta 3, do Instituto de Cartografia da Aeronáutica, estiveram em Ilhéus por três dias, onde realizaram vistorias em terra, e sobrevoos pela área do aeroporto, enfim foi estudo pra mínguem “botar defeito”.

Passado o tempo, demoliram a guarita externa, as cancelas e os semáforos, na época exigida pela ANAC.

 

Texto: do Livro “Pontal Entre o Passado e o Presente” – Memórias

Autoria: José Rezende Mendonça

Téc. Agrícola – Aposentado da Ceplac

PM APREENDE ARMAS NA ZONA NORTE DE ILHÉUS

Do FRN

As armas.

Policiais militares do PETO 70 apreenderam 04 espingardas por volta das 11h50 deste sábado, 17, na zona rural de Vila Campinhos, zona norte de Ilhéus.

Segundo a polícia, as armas pertenciam a um homem identificado por Sonildo, que ao perceber a presença da PM conseguiu fugir.

Foram apreendidos 03 rifles e uma espingarda de fabricação caseira, todas municiadas. O material foi encaminhado à sede da 7ª Coorpin para lavratura do boletim de ocorrência.

ESGOTO ESTOURADO PREOCUPA MORADORES DO MALHADO

Do FRN

Esgoto a céu aberto.

Os moradores da Rua Uruguaiana, bairro do Malhado, zona norte de Ilhéus, estão indignados com o descaso da Embasa. De acordo com relato da moradora Rose Batista, um esgoto estourado há mais de 15 dias está causando vários transtornos a quem precisa transitar no local.

Ainda de acordo com a mulher, o problema não é novo, a concessionária chega a mexer na rede de esgoto, mas por conta do trabalho de baixa qualidade, as manilhas não suportam, deixando parte da rua intrafegável e causando riscos à saúde humana.

“O mau cheiro é terrível, até parece que estamos morando dentro de uma fossa! Ligamos para Embasa, a mesma diz que vai resolver o problema, mas não aparece. E assim o tempo vai passando”, reclama a cidadã. 

HOSPITAL DO CACAU VAI AMPLIAR SERVIÇOS E UTI

Da Secom/Bahia

Novo Hospital

Um dia depois de anunciar um investimento de 15 milhões de reais na reestruturação da saúde básica de Ilhéus, o secretário estadual Fábio Vilas-Boas e o prefeito Mario Alexandre visitaram neste domingo (18), o Hospital Regional da Costa do Cacau. Juntos, anunciaram para os próximos dias, a inauguração da terceira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, com mais 10 leitos, e o funcionamento de serviços especializados de endoscopia e hemodiálise. Novos equipamentos para a unidade chegarão ainda essa semana, segundo o secretário Fábio Vilas-Boas.

Inaugurado há 60 dias, o hospital já reduziu filas para cirurgias, inaugurou recentemente serviços de hemodinâmica passando a ser a primeira unidade da rede pública de saúde da região sul da Bahia a realizar a coronariografia e, em breve, duplicará o número de cirurgias cardíacas na região, com capacidade de realizar mais de 20 procedimentos por mês.

Além do prefeito e do secretário estadual de Saúde, participaram da visita o secretário Municipal de Governo, Alisson Mendonça; o deputado federal, Paulo Magalhães e representantes do Conselho Municipal de Saúde, acompanhados pelo diretor técnico da unidade, Cláudio Moura Costa. O secretário estadual salientou que a visita teve um olhar mais técnico, um processo importante para os setores da unidade hospitalar e para os usuários que utilizam os serviços públicos de saúde

“Alguns ajustes serão feitos com a equipe gestora da unidade para otimizar o atendimento prestado à população. Contudo o hospital está funcionando dentro do padrão de qualidade que nós esperávamos”, avaliou Fábio Vilas-Boas. “As áreas onde tem paciente internados teve avaliação positiva pelos usuários”, assegura.

O prefeito Mário Alexandre ressaltou como positiva a vistoria realizada que, demonstra, segundo ele, demonstra o cuidado que o Estado está tendo com os usuários. “Interessa ao governo do estado manter o Hospital Regional Costa do Cacau como reverência de Saúde. Estamos focados para melhorar a saúde para a população de Ilhéus e a presença do secretário Fábio Vilas-Boas demonstra a nossa preocupação e a busca de solução com ações imediatas que já foram anunciadas na coletiva de sábado”, destacou.

PEDIATRIA: HOSPITAL DE ILHÉUS PASSA A ATENDER PELO SUS

Hospital

O Hospital de Ilhéus se prepara para abrir as portas da pediatria a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O acordo, firmado neste fim de semana, durante visita do secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, à cidade, envolve um repasse de mais de 5 milhões de reais por ano e visa absorver a demanda deixada pelo Hospital Regional Luiz Viana Filho.

A medida deve por fim ao sofrimento de pais e mães ilheenses que viram seus filhos sem atendimento pediátrico na cidade desde a inauguração do Hospital da Costa do Cacau – incluindo uma morte na última semana (lembre aqui).

De acordo com o diretor do Hospital de Ilhéus, Jorge Viana, o contrato será assinado nesta semana e a unidade passará a ofertar consultas ambulatoriais e de urgência, além de internação em enfermarias.

CENTRAL DO MALHADO VIRA LIXÃO A CÉU ABERTO

Lixo se acumula.

Não está sendo fácil a vida dos comerciantes da já sucateada Central de Abastecimento do Malhado, em Ilhéus. Além da situação precária da estrutura física do local, agora outro problema afeta a vida de quem compra e vende por lá: o acúmulo de lixo.

Há mais de três dias não há coleta no local, de acordo com comerciantes. A quantidade de lixo atrai animais como urubus e ratos, que chegam e afastam a freguesia. A solução, que parece simples – mandar o carro da coleta, custa a acontecer e a revolta é geral.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia