Do Tabuleiro

A ambulância amarrada.

O Ministério Público estadual ingressou com uma ação na Vara da Fazenda Pública contra o município de Ilhéus para que o SAMU 192 opere no município com 1 ambulância avançada e 3 básicas, e que no prazo de 6 meses este número suba para 2 ambulâncias avançadas e 4 básicas. Além disso, a ação pede que seja feito um contrato para manutenção dos veículos. Neste mês de fevereiro, o SAMU trabalha em Ilhéus com 2 ambulâncias básicas e 1 avançada, famosa por ter a porta traseira presa com um cinco.