Do Agravo

As vítimas.

A polícia Civil de Ilhéus por intermédio do Núcleo de Homicídios de Ilhéus/7ª Coorpin, sob o comando da delegada Andrea Oliveira, cumpriu mandado de prisão nesta segunda-feira (05) contra a pessoa de Felipe Veiga. Ele é um dos acusados pelo homicídio de Luiz Felipe Moraes Barbosa e pela tentativa de homicídio de João Marcos Santos Andrade ocorridos em 12 de novembro de 2017, às 03:00 H, na Av. Itabuna, em Ilhéus.

Em janeiro outro acusado, Ueslei Herval também foi preso pela Polícia Civil. Os dois meliantes estão no presidio Ariston Cardoso.

Entenda o caso:

Na madrugada do dia 12/11/2017, as vítimas estavam numa festa que ocorria no Ecobaba, na rodovia Ilhéus/Itabuna (BR 415), quando se envolveram numa briga, por motivo fútil com os o suspeito e seus amigos, Felipe Veiga Louro de Souza, Sávio Ferreira Almeida, Vulgo “Boi” e Uallas Nunes Halla.

A briga foi apartada por um segurança da festa e em seguida, as vítimas saíram do local a bordo de um veículo motocicleta Honda/CB 300 R, na cor amarela, PP EGZ 7372. Logo após, os investigados também saíram da festa, a bordo do veículo GM/GOL, PP KFL7103 e ao passarem na Av. Itabuna interceptaram a moto em que as vítimas estavam, atingindo de forma proposital a moto que chegou a ser arrastada por vários metros; que a vítima Luiz Felipe foi arremessado numa calçada e João Marcos ficou em cima do teto do veículo dos investigados.

Após essa situação, o motorista do carro (Ueslei) parou o carro para tentar tirar a moto que ficou presa na frente do carro, enquanto João Marcos era retirado do teto do carro e agredido violentamente pelos investigados. Após as agressões, os investigados fugiram sem prestar socorro às vítimas, as quais foram socorridas pelo Samu ao Hospital Regional, em estado grave. Luiz Felipe não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. João Marcos, após vários dias de internamento, conseguiu sobreviver.