Jovem que foi espancado

 

Do Agravo

Justiça decretou, na tarde desta quinta-feira (7), a prisão dos quatro homens que atropelaram e agrediram dois jovens com um carro em frente a faculdade Madre Thais, na cidade de Ilhéus. Uma das vítimas, Luís Felipe Moraes, de 23 anos, que sofreu traumatismo craniano, morreu. O outro agredido, João Marcos, está internado sem previsão de alta.

Luís Felipe Moraes teve a morte cerebral constatada no dia 26 de novembro, duas semanas depois das agressões. A vítima estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital de Base de Itabuna.

Os autores do crime que chocou Ilhéus foram identificados como Wesley Herval Guimarães Santos, Sávio Ferreira Almeida, Uallas Nunes Alas e Felipi Veiga Lobo.

De acordo com a delegada Andreia Oliveira, que investiga o caso, somente um dos suspeitos não se apresentou à polícia para prestar esclarecimentos. Eles não ficaram presos porque os mandados de prisão ainda não tinham sido expedidos.

A delegada contou ainda que os três rapazes que se apresentaram estavam em outra cidade, porque supostamente teriam recebido ameaças de morte. Os suspeitos vão responder por homicídio e tentativa de homicídio.