WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus secom bahia solidaria embasa policlinica itabuna secom bahia


setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


:: set/2017

HOMEM É ASSASSINADO NO ALTO DO BASÍLIO 

Do FRN 

A violência não para em Ilhéus. Weslei Oliveira Santos, 19 anos, foi assassinado a tiros na Rua Nossa Senhora de Fátima, no Alto do Basílio, região do Malhado, por volta das 20h50, desta quinta-feira, 31. Segundo informações da polícia, cerca de sete indivíduos armados dos quais dois estavam encapuzados, correram atrás da vítima e dispararam diversos tiros, vindo a óbito no local. 
Uma equipe do departamento de polícia técnica de Ilhéus comandada pelo perito Josimar esteve na cena do crime para o procedimento cadavérico e, posteriormente, o corpo foi levado o DPT, onde passou necrópsia. Até o momento, a motivação do crime não foi esclarecida.
O Núcleo de Homicídios de Ilhéus comandado pela delegada Andréa Oliveira iniciou as investigações e já existem suspeitas de autoria do assassinato. 

SUTRAN DE ILHÉUS QUER CASSAR ALVARÁS DE TÁXIS

Se valendo de uma decisão liminar, expedida há dois meses pelo juiz Alex Vinicius Campos Miranda, a Superintendência de Trânsito de Ilhéus (Sutran) solicitou ao Detran e a Secretaria Municipal da Fazenda que casse, de forma definitiva, os alvarás de 24 táxis, concedidos na gestão passada.

O ofício da Sutran é assinado pelo diretor de Trânsito, Gilson Nascimento. Acontece que a decisão liminar da justiça determina a suspensão dos alvarás, até que seja julgado o mérito do processo movido por um sindicato de taxistas da cidade que solicita a perda das licenças dos novos permissionários.

Dessa forma, a Sutran se baseia numa decisão provisória para cassar em definitivo os alvarás. No ofício, Nascimento solicita que os veículos passem a ser considerados particulares, e não mais de aluguel, como são classificados os táxis.

A reclamação do grupo de taxistas que está sendo alvo da medida é de que, enquanto pede a cassação de alvarás de quem os obteve de forma legal e teve custos pra se regularizar, a prefeitura discute, de forma empolgada, a liberação do transporte alternativo.

TÁXI ROUBADO NO AEROPORTO DE ILHÉUS É RECUPERADO

Do FRN 

Taxi

O Gol táxi, modelo Prisma, de placa OZJ-7988 com licença Ilhéus, que havia sido tomado de assalto por volta das 07h dessa quinta-feira (31), no aeroporto Jorge Amado, foi recuperado às 10h30.

O veículo foi encontrado por populares tombado perto de uma residência no Alto Bela Vista, bairro Nelson Costa, que imediatamente acionaram a Polícia Militar e uma empresa de guincho particular fez a remoção. O bandido conseguiu fugir. 

ESTUDANTES DA UFSB QUEREM TRANSPORTE DA PREFEITURA 

Da Ascom/Câmara

Universitários participaram de sessão da Câmara

Na sessão da quarta-feira (30) da Câmara de Vereadores de Ilhéus, alunos da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), utilizaram da tribuna da casa, a convite do vereador Ivo Evangelista, para solicitar apoio do Executivo municipal na obtenção de um transporte gratuito para os universitários.

A dificuldade apresentada pelos estudantes é em relação ao longo e custoso percurso realizado diariamente por eles. A sede da UFSB fica localizada em Ferradas, distrito de Itabuna. Segundo eles, muitas desistências são ocasionadas por conta dos alunos, em sua grande maioria não terem condições de pagar a passagem por estarem desempregados ou terem apenas a ajuda de familiares.

O art. 5o da lei federal 12.816/2013 afirma que “A União, por intermédio do Ministério da Educação, apoiará os sistemas públicos de educação básica dos Estados, Distrito Federal e Municípios na aquisição de veículos para transporte de estudantes, na forma do regulamento”. De acordo com o vereador Ivo Evangelista, “ criamos uma emenda parlamentar, que já possui 13 assinaturas e será enviada ao Executivo municipal para que o custeio do transporte universitário conste no orçamento do próximo ano”.

JUIZ MANDA DEVOLVER CARRO APREENDIDO QUE FAZIA LOTAÇÃO EM ILHÉUS 

Do FRN 

A motorista Ana Paula dos Santos Oliveira, que teve o carro apreendido por prepostos do Detran, agentes de trânsito de Ilhéus e Policia Militar conseguiu na Justiça o direito da liberação do veículo.

O carro, modelo Prisma Joy, cor preta, placa JRK-2543, estava apreendido desde o dia 14 de julho, quando foi apreendido durante blitz na Avenida Antônio Magalhães, no bairro do Malhado, sob alegação de estar fazendo transporte irregular de passageiros. Além de devolver o carro, a empresa onde o carro encontra-se não poderá cobrar multa e tampouco pagamentos de diária do pátio e reboque. 

Por meio do Mandado de Segurança deferido nesta quinta-fera (31) pelo juiz Alex Venicius Campos Miranda, titular da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ilhéus, determina aos órgãos de trânsito do município, a liberação imediada do carro, sob pena de multa diária de R$ 500 (quinhentos reais) caso persista o descumprimento da decisão judicial. 

FESTIVAIS SÃO DESTAQUE DA AGENDA DA TENDA DO TPI EM SETEMBRO 

Tenda

Já está disponível a programação de setembro da Tenda Teatro Popular de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes. Neste mês, os destaques são os festivais Latino Americano de Teatro da Bahia (Filte) e Sonora – Ciclo de compositoras.

Realizado em Salvador e Ilhéus, o Filte acontece na Tenda nesta sexta (01) e sábado (02), às 20h, com apresentação do espetáculo “Os fuzis da senhora Carrar”, do Teatro Popular de Ilhéus (TPI). O ingresso, que pode ser adquirido na bilheteria do espaço cultural, custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A classificação indicativa é de 14 anos.Surgido a partir de um movimento internacional na internet, o Sonora reunirá mulheres criadoras do sul da Bahia nos dias 15 e 16, com a realização da Oficina gratuita Corpo e Mandinga (9h), por Evani Tavares, e shows de diversas compositoras (19h), além do Bazar das Comadres.

A programação completa da Tenda e todos os detalhes podem ser conferidos no endereço eletrônico: www.teatropopulardeilheus.com.br, ou através do aplicativo Tenda Teatro Popular de Ilhéus, disponível para download gratuito no Google Play Store.

A Tenda é administrada pelo Teatro Popular de Ilhéus, uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

PORTO DE ILHÉUS BATE RECORDE NA EXPORTAÇÃO DE MAGNÉSIO 

Porto

Pela terceira vez só esse ano, o Porto de Ilhéus será o ponto de embarque do óxido de magnésio, em operação iniciada na última segunda-feira (28). As 8 mil toneladas do produto seguem para o mercado Norte Americano (EUA) pelo navio M/V MBC Rose, em operação controlada pela Intermarítima.

De janeiro a agosto deste ano, já foram exportados pelo Porto de Ilhéus 23 mil toneladas, que superam a movimentação total de 2016 que foi de apenas 7 mil ton. “A operação do óxido excede a média anual, que é de um a dois embarques. Temos muito a comemorar, sobretudo porque já está confirmada para mais uma operação do produto. Nossa previsão é chegar a 30 mil toneladas em 2017”, comenta a gerente do Porto de Ilhéus, Bárbara Láudano.O óxido tem origem na fábrica da IBAR Nordeste, em Brumado, empresa responsável pela extração, beneficiamento e calcinação controlada da magnesita, que dá origem ao composto. A participação do óxido na cadeia produtora inclui as atividades de Indústrias Química e Siderúrgica, além de agricultura, nutrição animal, construção civil, dentre outras.

Operação de magnesita

Pouco mais de 7 mil toneladas de magnesita seguem em operação, simultaneamente, no Porto de Ilhéus pelo navio Stentor. Essa é a terceira operação deste ano que totaliza 28 mil toneladas, superior a 25,8 mil ton. da movimentação de 2016.

Um novo embarque do mineral está confirmado para ocorrer ainda em 2017.

PREFEITURA SE PRONUNCIA SOBRE QUEDA DA POPULAÇÃO DE ILHÉUS 

Nota Pública 

Os números projetados e divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), instituição nacional responsável pela guarda, controle e contagem da população brasileira, mais uma vez mostraram o crescimento populacional negativo no município de Ilhéus. 

Chama a atenção da opinião pública, especialmente dos ilheenses, a significativa diminuição populacional ocorrida no município entre as contagens do Censo de 2000 e o de 2010. 

Há sete anos, representando Ilhéus na Comissão de Geografia e Estatística, fui informado pelo coordenador que a projeção que estava sendo feita, com base nos dados levantados até aquele momento, daria ao município algo em torno de 185 mil habitantes, o que se comprovou com o registro oficial de 184.236 habitantes.

A perplexidade ocorreu ao compararmos aqueles números com os do Censo de 2000, que identificou uma população de 222.127, ou seja, 37.891 habitantes a menos, num período de 10 anos.

Por conta desta significativa diferença, auditores do IBGE fizeram uma aferição nos dados coletados entre os censos, quando se verificou que, em várias localidades do município, especialmente na zona rural, o número de domicílios e de habitantes contados era inferior ao que havia sido coletado pelo mesmo Instituto, no ano 2000. Por razões que desconhecemos, os números do censo do IBGE do ano 2000, irreais, superestimaram a nossa população. 

No ano 2000, a população do bairro da Conquista era de 22.045 habitantes e o bairro possuía 5.703 domicílios. Já em 2.010, o mesmo bairro possuía 6.379 domicílios e registrava apenas 18.892 habitantes. Então, segundo o IBGE, ao tempo em que o número de residências cresceu 11%, houve uma redução da população em torno de 15% por cento. Portanto, o IBGE nunca conseguiu explicar razoavelmente os dados relevantes e incongruentes, constantes do censo do ano 2000 e que, a partir desse logro, vem gerando desdobramentos igualmente desacreditados, contrariando a lógica, a matemática e a percepção geral.  

É considerando os números do ano 2000/2010, e utilizando os vetores resultantes desses levantamentos, que o IBGE vem fazendo a cada ano essas projeções, chegando a uma estimativa da população do município. Ora, se o vetor 2000/2010, revela decréscimo demográfico, atribui-se o mesmo declínio aos anos subsequentes, alheio às possibilidades de estagnação do decréscimo, ou mesmo reversão do vetor. Assim, a população de Ilhéus continuará definhando, mesmo que não seja verdade, até que um novo censo populacional seja efetuado. 

Outros sintomas, como o aumento do número de domicílios e a quantidade expressiva de novas construções, além do considerável crescimento da “mancha urbana”, são fatos incontestáveis e que contrariam as projeções do IBGE. Ou seja, a incongruência se evidencia, mais uma vez: enquanto o município se expande e a população decresce. 

Oficializamos a reclamação de Ilhéus no escritório do IBGE na Bahia, à metodologia questionável do Censo de 2000. Uma demanda jurídica para anulação do referido censo chegou a ser cogitada, mas demonstrou-se inviável, pois seria demasiadamente longa e os efeitos buscados se perderiam.  

A título de esclarecimento, os novos números apresentados não representam nenhum tipo de prejuízo financeiro direto, mas, eventualmente, podem gerar consequências danosas nas avaliações sobre o nosso município, conquanto a prováveis investimentos pelos quais nos empenhamos diuturnamente, mas cujo decréscimo populacional pode vir a representar um dado desestimulante.  

Por isso, em que pese a queda nos índices populacionais, faz-se necessário informar que Ilhéus se manteve com uma boa margem de segurança na faixa de transferências constitucionais a que teríamos direito, sobretudo o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 

Externo as minhas convicções de que esse erro será desmistificado em 2020 – quando está previsto a realização de um novo Censo Demográfico Nacional – e a verdade restabelecida. 

Ilhéus, 31 de agosto de 2017 

José Nazal Pacheco Soub, vice-prefeito e secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia