Do Pimenta

Vítima e assassino

Derenilson dos Santos Moreira confessou ter matado Jaime Brito Júnior, fisioterapeuta encontrado morto, no último dia 19, em uma fazenda no Japu, em Ilhéus. O corpo do fisioterapeuta apresentava fraturas na cabeça e no maxilar.

Derenilson foi preso por agentes do Núcleo de Homicídios da Polícia Civil em Ilhéus nesta quarta (27), após investigações conduzidas pela delegada Andréa Oliveira.

Além de confessar o crime, o homem também citou nomes de outros envolvidos na morte do fisioterapeuta. A polícia não informa quais são essas pessoas para não atrapalhar as investigações.

Ontem, a polícia procurava o caseiro. Ele havia sido demitido por Júnior. Ao ser convocado para depor, o caseiro não se apresentou à polícia, o que levou a delegada a requerer a prisão preventiva do homem, que passou a figurar como suspeito.