Do Políticos do Sul da Bahia

Kácio e Jamil

Os advogados do ex-secretário de assistência social de Ilhéus, Kácio Brandão, entraram com um pedido de Habeas Corpus no Tribunal de Justiça da Bahia.

O desembargador Abelardo Paulo da Matta Neto, indeferiu o pedido, ou seja, negou a liberdade ao ex-secretário do governo do ex-prefeito Jabes Ribeiro. O desembargador remeteu o processo para o Ministério Público apresentar o parecer e depois ser colocado em votação no pleno.

O ex-secretário foi preso em março deste ano após uma operação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), por suspeita de envolvimento em um esquema de superfaturamento que desviou R$ 20 milhões da prefeitura de Ilhéus.

No final do mês de agosto o ex-vereador Jamil (PP) foi solto, ele foi preso junto com Kácio Brandão.