Do Tabuleiro

Jamil.

Solto no início da noite desta última quarta-feira, dia 30, o ex-vereador de Ilhéus, Jamil Ocké, deverá cumprir uma série de restrições impostas pela justiça, até o julgamento do seu caso, como evitar contato com testemunhas, não manter qualquer ligação com a prefeitura ou Câmara de Vereadores, não poderá participar de licitações e nem viajar sem comunicar à Justiça. Os advogados de Jamil têm até o dia 6 de setembro para elaborar e apresentar a sua defesa. O caso está em processo na 1ª Vara Crime de Ilhéus.