WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: 4/ago/2017 . 18:03

MORRE ROBERTO SCARPITA

Do FRN 

Faleceu aos 73 anos de falência múltipla dos órgãos, o representante comercial Roberto Scarpita. Ele estava internado no hospital de Base, após 03 cirurgias com complicação do diabetes, porém não resistiu. Roberto Scarpita é pai do comunicador Robertinho Scarpita, um dos apresentadores do programa Tropa de Elite, da Rádio Bahiana de Ilhéus. 

O corpo está sendo velado no velório Santa Fé e será sepultado neste sábado, 05, no cemitério Campo Santo, na cidade de Itabuna. 

Nosso profundo pesar a família enlutada e ao amigo Robertinho Scarpita pela perda irreparável .

ILHÉUS: VILELA GANHA BASE DA PM

Da Secom/Ilhéus

O bairro Teotônio Vilela, localizado na zona oeste de Ilhéus, vai ganhar uma base de apoio da Polícia Militar. A iniciativa está sendo possível graças a uma parceria do Governo da Bahia, Prefeitura de Ilhéus e o Ministério Público do Trabalho (MPT). Ontem (3) à tarde, o prefeito Mário Alexandre Sousa, acompanhado do comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão e de outras autoridades, visitou a área cedida pelo município em um ponto estratégico do bairro para a instalação do projeto, uma espécie de embrião para a implantação da futura Base Comunitária no bairro.

A Prefeitura, segundo anunciou Mário Alexandre, além de ceder o terreno, vai executar todo o procedimento de terraplanagem da área. A PM, por intermédio da Secretaria de Segurança Pública, vai instalar duas estruturas de containers, no tamanho 12 x 2,8 metros cada um – uma para recepção e outra como base de apoio aos militares – e o MPT está garantindo recursos para equipamentos, instalação de cerca e implantação de paisagismo. A previsão é de que a base passe a funcionar em dois meses.
Inicialmente, a estrutura vai atuar com atividades administrativas e de apoio ao policiamento ostensivo. O comandante-geral da PM elogiou a localização do terreno e disse que a chegada deste modelo de serviço ao bairro Teotônio Vilela dará “maior referência na segurança pública para a comunidade”. O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, disse que a segurança dos ilheenses deve ser sempre encarada como prioridade de governo e que não se cansa de atrair para a cidade pessoas que podem contribuir com sua gente. “Passo-a-passo, em cada setor, estamos avançando”, afirmou.
Ciranda Rural e Ronda Maria da Penha – Antes da visita ao terreno na zona oeste de Ilhéus, Mário Alexandre recebeu secretários de estado e sociedade civil organizada, no Teatro Municipal, para um ato em defesa e proteção da mulher ilheense no campo. O projeto Ciranda Rural com a Ronda Maria da Penha, foi lançado em Ilhéus, com o objetivo de assegurar os direitos das agricultoras familiares, assentadas, quilombolas e marisqueiras, com ações preventivas e integradas de enfrentamento e combate à violência cometida contra as mulheres do campo.
A Ronda Maria da Penha já atua em Salvador e, nos bairros em que ela foi instalada houve uma redução de 80% dos casos de violência doméstica. Trata-se de um projeto integrado de promoção dos direitos das mulheres com ações de sensibilização, diálogo e conscientização com o homem e a mulher do campo em relação à violência. Serão realizadas oficinas educativas com temas como Relações Interpessoais, Relações de Gênero e Conhecimento Prático da Lei Maria da Penha. Em Ilhéus, a primeira Ciranda com a Ronda Maria da Penha acontece no Assentamento Frei Vantuy. Mário Alexandre destacou a importância da iniciativa para o município, que possui mais de mil quilômetros de estradas rurais e 40 comunidades interioranas. Uma viatura, com equipamentos especializados, foi entregue ao comando local da PM e será utilizada nas Operações da Ronda Maria da Penha na zona rural de Ilhéus.
Participaram da solenidade de lançamento a secretária de Políticas para as Mulheres (SPM), Julieta Palmeira; a secretária de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabia Reis; a Major Denice Santiago, que coordena o Projeto Ronda Maria da Penha em Salvador; a superintendente de Políticas Territoriais e Reforma Agrária (Sutrag/SDR), Fernanda Silva, representando o secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues; o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira, que na ocasião representou o titular da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), Vitor Bonfim, a diretora da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Celia Watanabe, a deputada estadual Ângela Souza, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, agricultores, assentados, vereadores locais e autoridades da sociedade civil.

UM BURACO PRA CADA ILHEENSE

Buracos de estimação na Rua 13 de Maio, no Pontal. Foto: Jonathan Souza/Portal I’Midia.

O prefeito Mário Alexandre (PSD) precisa resolver de vez o problema da usina de asfalto de Ilhéus. Há 15 dias, Marão foi à imprensa e disse que o equipamento voltaria a operar na semana seguinte, mas não cumpriu a promessa (lembre aqui). Enquanto isso, a buraqueira só aumenta. É quase um buraco pra cada ilheense.

Na Rua 13 de Maio, único acesso às praias do sul, é impossível andar em linha reta, dada a quantidade de buracos. No centro da cidade não é diferente. A menos de 300 metros da câmara de vereadores e do Palácio Paranaguá, há duas crateras.

Buracos no centro da cidade. Foto Ilhéus em Resumo.

A buraqueira na cidade é patrocinada pelo superintendente de Meio Ambiente, o blogueiro Emílio Gusmão, e pelo vice-prefeito, secretário de Planejamento e chefe de Gusmão, José Nazal (ambos da Rede).

Como se sabe, Gusmão embargou, sem o conhecimento do prefeito, a usina do próprio município, em abril. Alegava danos ambientais, que foram descartados após estudos, como afirmou o próprio  Mário Alexandre. No entanto, de lá pra cá, segundo fontes do próprio governo, o superintendente estaria criando embaraços seguidos para impedir o retorno da operação da usina.

Além do licenciamento ambiental, que já foi feito, outro embaraço envolve a exigência de construção de um galpão no local onde funciona a usina. A estrutura, como estaria a exigir o superintendente, deve ser construída pela empresa, mas, ao fim do contrato, ficará para o município.

As dificuldades impostas pelo superintendente já fizeram a empresa CMA, terceirizada que é responsável pela usina, desistir de operá-la, garantem fontes. Com a desistência, o município corre o risco de ficar, pelo menos, mais seis meses sem produzir asfalto e vendo a buraqueira de Marão e Gusmão só aumentar, enquanto é feita nova licitação.

Atualização: em contato com o blog, um servidor do alto escalão da prefeitura informou que o vice prefeito e secretário José Nazal não teve conhecimento antecipado do embargo da Usina, assim como o prefeito. Está, portanto, esclarecida a questão o que isenta o secretário Nazal de qualquer responsabilidade

SELEÇÃO: CANDIDATOS RECLAMAM DA DEMORA PRA DIVULGAÇÃO DO RESULTADO 

Leitores têm procurado o ILHÉUS EM RESUMO para reclamar da demora pra divulgação do resultado da seleção simplificada da secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus.

Eles alegam que as entrevistas, última etapa do certame, foram encerradas há 10 dias, na quarta-feira da semana passada, mas até agora, nada de resultado.

Alguns afirmam que, durante as entrevistas, os entrevistadores informavam que o resultado não demoraria nem cinco dias pra ser divulgado no diário oficial.

Nesta sexta, dia 4, tentamos falar com a secretária de desenvolvimento social, Soane Galvão, pra saber se há prazo pra divulgação do resultado, mas não obtivemos retorno.

ILHÉUS E ITABUNA REGISTRAM 300 CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA 

Do Pimenta

Nos primeiros sete meses do ano, Itabuna e Ilhéus registraram 324 casos de violência doméstica e de abusos sexuais. Os principais agressores nos dois municípios do sul da Bahia são ex-companheiros, ex-namorados, maridos e padrastos das vítimas.

Com 200 ocorrências, Itabuna é o 4º município baiano em número de agressões domésticas e casos de abuso sexual, atrás de Salvador, Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus. Na capital foram registradas 1.726 ocorrências. Na segunda colocação, Feira de Santana acumula 406 casos.

Em terceiro lugar aparece Santo Antônio de Jesus, com 271 casos. Em Ilhéus já foram 124 ocorrências de violência doméstica e casos de abuso sexual. Os outros municípios baianos com mais de 100 casos dos dois tipos de agressão são Guanambi (133), Jequié (151), Santo Sé (119), Simões Filho (180) e Vitória da Conquista (152).

TOMATE ELEVA CUSTO DA CESTA BÁSICA EM ILHÉUS 

Do Pimenta 

Vilão

O tomate foi o produto que mais aumentou de preço nos supermercados, mercearias, verdurões e feiras-livres de Ilhéus em julho. O item sofreu reajuste de 31,14% e passou de R$ 3,67 para 4,82 entre junho e o mês passado.

A banana foi outro item que teve reajuste significativo: 15,32%. A dúzia do produto subiu de R$ 4,57 para R$ 5,27, conforme levantamento do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Santa Cruz. Outros itens da cesta básica que registraram aumento no comércio ilheense foram farinha de mandioca (11,01%) e café (2,27%).

O custo da cesta básica em Ilhéus subiu 4,33%, passando de R$ 336,46 em junho para R$ 351,03 em julho. O aumento da cesta básica não foi maior por causa da queda de preços de produtos como feijão (-13,40%), açúcar (-6,16) e manteiga (-4,30%).

TCU TRAVA LICITAÇÃO DA DUPLICAÇÃO DA ILHÉUS-ITABUNA

Do A Região 

TCU decide suspender duplicação da Ilhéus-Itabuna apesar das declarações do governador Rui Costa de que está tudo bem encaminhado. Não está. A vistoria técnica do Tribunal de Contas da União encontrou diversos problemas, que podem resultar em sério aumento de custos depois de iniciada a obra, segundo o relator Luciano Brandão.

A duplicação, que na verdade é uma nova estrada, do outro lado do Rio Cachoeira, teve vários de seus detalhes discutidos com o Governo do Estado mas, segundo o relator do tribunal, “não foi obtido qualquer esclarecimento consistente por parte da Seinfra/BA e do Dnit/BA”.

O contrato, de R$ 105 milhões, feito com a OAS prevê o uso de tecnologias ultrapassadas, mais caras e não adequadas a uma obra deste porte. A preocupação do TCU é que, depois de iniciada a obra, a OAS poderia adotar as tecnologias certas e mais baratas, embolsando a diferença de custo.

Betoneiras

Um exemplo é a previsão de uso de betoneiras individuais, de 400 e 750 litros, destas que você vê em qualquer construção. Elas são antieconômicas em obras de grande porte, que sempre usam uma central de concreto e caminhões betoneiras para levar até cada local.

O truque é calcular o custo do concreto usando betoneiras e depois adotar a central, reduzindo o custo sem devolver o dinheiro. O mesmo acontece com a previsão de usar em todo local as fundações do tipo “tubulões a ar comprimido”, caros e necessários só em locais com muita água.

No projeto ele está previsto não só para os vãos de ponte como para viadutos e para cabeceiras, onde não há presença de água. O correto, diz o TCU, seria usar nestes locais estacas metálicas e sapatas rasas, mais baratas e adequadas.

Areia e brita

O TCU também aponta um aumento desnecessário de custos com a compra de toda a areaia e brita da obra. “Não foram examinadas todas as áreas para fins de exploração de jazidas de areia e brita pela empresa vencedora do certame”. E existem várias na área do projeto.

No caso da brita “deverá ser analisada, inclusive, a possibilidade de aproveitamento de material de 3ª categoria, presente em vários pontos do traçado da própria rodovia”. O TCU também aponta o uso de formas plastificadas, mais caras, no lugar das metálicas e de pre-moldados.

Para liberar a obra, o TCU quer que a Seinfra e o Dnit façam um novo orçamento, prevendo as tecnologias elencadas como mais adequadas e eficientes. Também quer que seja definido quem pagará pelas desapropriações, o que não ficou claro no projeto.

VEJA O QUE VAI ROLAR NA PARADA GAY DE ILHÉUS 

Do Ilhéus.Net

Programação

Os organizadores da 13ª Parada Gay de Ilhéus, divulgaram na noite de ontem (02) as novidades e/ou atrações da parada diversidade, que acontece no dia 24 de setembro, na Av. Soares Lopes, a partir das 13 horas.

Shows musicais e feira de diversidade, com ações de combate à homofobia e a DST’s já estão confirmados na programação. Os organizadores Diala Magalhães e Léo Novais também confirmaram o tema deste ano,” Homofobia, NÃO! Lutando pelos nossos direitos e pela nossa vida!, bem como a presença de Gogo Girls, Beto Villaça (Transformista), Dj Dan Victor e Aysha Pink. Continue lendo →



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia