WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


maio 2017
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: 17/maio/2017 . 18:58

PREFEITURA AFIRMA TER CONSERTADO AMBULÂNCIAS DO SAMU

Da Secom/Ilhéus 

Três das seis ambulâncias do Samu, em Ilhéus, já voltaram a atender a população, hoje (17), após passarem por manutenção corretiva. O serviço chegou a ser paralisado por algumas horas no final da semana passada, após cinco viaturas apresentarem defeitos mecânicos, simultaneamente.

De acordo com a secretária municipal da Saúde, enfermeira Elizângela Oliveira, o atual governo recebeu viaturas sucateadas ou sem manutenção e a solução definitiva para a regularização do serviço passa pela renovação da frota por parte do Ministério da Saúde. Para tanto, explica Elizângela, o município terá que cumprir algumas normas que há anos não são respeitadas.

Comentário do blog

Ao contrário do que afirma a prefeitura, reportagens veiculadas pela TV Santa Cruz desde segunda-feira mostraram que a cidade ficou sem qualquer ambulância do Samu. Em alguns casos, inclusive, foi usada uma ambulância de pequeno porte.

CANDIDATO ENTRA NA JUSTIÇA PRA ANULAR PROVA DO CONCURSO DA PREFEITURA DE ILHÉUS 

Do Blog do Gusmão 

No último dia 27, uma quinta-feira, Leonardo da Silva Almeida apresentou ação popular à 1ª Vara da Fazenda Pública de Ilhéus. No documento, o advogado de 24 anos pediu a anulação da prova do concurso da Prefeitura de Ilhéus para o cargo de procurador municipal. Ele foi um dos candidatos reprovados na disputa das vagas abertas nesse setor.

Segundo Leonardo, o seu pedido deve ser aceito, entre outros motivos, porque a Prefeitura de Ilhéus e a Consultec, empresa responsável pelo certame, desrespeitaram regras do edital do concurso e estabeleceram critérios inadequados para a avaliação da prova discursiva.

Um dos argumentos do pedido é o desrespeito ao horário de fechamento do Pavilhão Pedro Calmon no dia do concurso. Leonardo afirma que o local sediou a prova para o cargo de procurador. “Quando uma formalidade essencial [como o cumprimento do horário] não é observada, o ato administrativo deve ser anulado”, disse o advogado ao Blog do Gusmão, em conversa nesta quarta-feira (17).

Almeida explica que a regra presente no edital também deve ser respeitada pelos realizadores do certame. Nesse caso, se o horário foi flexibilizado para alguns candidatos, essa flexibilização feriu o princípio da igualdade entre os concorrentes. O pedido do candidato cita matéria veiculada neste blog – lembre aqui.

Num trecho da ação popular, o autor sintetiza outras “inconstitucionalidades e ilegalidades” que identificou no concurso. São elas: “avaliação da prova discursiva de acordo com critérios subjetivos; julgamento por meio de notas reciprocamente incoerentes, atribuídas aos critérios de correção; oportunizar recurso sem disponibilizar a prova para o candidato; e ensejar recurso sem apresentar padrão de resposta para que o candidato tivesse paradigma para recorrer”.

O candidato reafirmou que a ação se restringe ao cargo de procurador jurídico.

ÁUDIO ANÔNIMO DO WHATSAPP ATACA INVESTIGAÇÕES DA OPERAÇÃO CÍTRUS 

Do Blog do Gusmão 

Uma voz feminina lê um texto escrito por quem conhece técnicas de redação para o rádio. Trata-se de uma produção quase profissional. As primeiras frases são ambíguas. “A Operação Citrus a cada dia leva aos ilheenses um sentimento de indignação e revolta. Perguntas sem respostas e respostas sem perguntas”, diz a locutora. Enquanto o primeiro período criou a expectativa de que o áudio divulgaria mensagem de apoio às investigações do Ministério Público do Estado da Bahia, o segundo revelou que a intenção é justamente a oposta.

A íntegra do conteúdo sugere que ele foi criado para confundir a opinião pública sobre o trabalho dos investigadores.

A gravação circula no WhatsApp e chegou hoje a este blog. No fim do áudio, a locutora dá a entender que o material foi produzido pela “Rádio Zap – Circo Brasileiro”. Procuramos a expressão na internet e não encontramos nenhuma referência. Isso indica que o áudio é mesmo anônimo.

O áudio faz ataques contra o promotor de Justiça Frank Monteiro Ferrari, que iniciou as investigações da Operação Citrus. A locutora afirma que a matéria do Fantástico foi cobiçada pelo membro do Ministério Público do Estado da Bahia. Também ataca a reportagem do Fantástico.

Aparentemente, a mensagem ignorou de propósito informações divulgadas em vários meios de comunicação. A locutora afirma que a matéria do Fantástico destacou problemas da Secretaria de Educação, enquanto a Citrus se concentra na Secretaria de Desenvolvimento Social. De fato, as investigações começaram nesse setor. Porém, como divulgado em reportagem do Blog do Gusmão, o promotor Frank Ferrari sustenta que o suposto esquema criminoso atingiu, pelo menos, seis secretarias municipais – lembre aqui.

O áudio também afirma em tom crítico que as investigações avançam principalmente sobre membros do governo anterior, enquanto os supostos desvios de dinheiro público teriam começado em 2009.

O anonimato da mensagem e a qualidade da gravação deixam no mínimo dois questionamentos. Quem teria interesse em atacar a credibilidade das investigações? Profissionais de comunicação foram contratados para produzir o áudio?

FEIRA DE ADOÇÃO DE ANIMAIS EM ILHÉUS, NESTE DOMINGO 

Do Blog do Gusmão 

O Instituto de Proteção Animal Planeta dos Bichos vai realizar nesse domingo (21) mais uma feira de adoção de animais. O evento acontecerá na Avenida Soares Lopes, ao lado da Catedral de São Sebastião, das 10 às 16 horas.

Além da adoção dos animais, interessados também poderão ajudar o instituto com doações. A entidade precisa de materiais como: sabão em pó, água sanitária, desinfetante, pano de chão, ração e medicamentos. Também é possível contribuir com trabalho voluntário.

PREFEITURA MUDA LOCAL PRA VENDA DE FOGOS EM ILHÉUS 

Da Secom/Ilhéus 

O local reservado para a venda de fogos de artifício na cidade de Ilhéus, que tradicionalmente funcionou na Avenida Misael Tavares, nas proximidades do Terminal Rodoviário Urbano, no centro da cidade, foi transferido para área delimitada nas areias da Avenida Luiz Eduardo Magalhães (Litorânea Norte), no bairro do Malhado. A medida, segundo o secretário municipal de Indústria e Comércio, Paulo Sérgio dos Santos, foi recomendada pelo Grupamento do Corpo de Bombeiros, sediado no município.

A secretaria de Indústria e Comércio acompanhou todos os procedimentos para a mudança do local, que atende a requisitos de segurança pública. Conforme o Corpo de Bombeiros, o local para esse tipo de atividade comercial deve estar a, pelo menos, 50 metros de distância de edificações. A definição da nova área contou com a intermediação do vereador Fabrício Nascimento juntos aos moradores do bairro do Malhado.

Os comerciantes credenciados para a venda de fogos foram devidamente notificados pela Secretaria de Indústria e Comércio com relação à transferência do local, para a praia da Litorânea Norte, onde as barracas já começaram a ser instaladas. O funcionamento de cada barraca ocorrerá após vistoria procedida pelo Corpo de Bombeiros.
O secretário de Indústria e Comércio informou que as barracas de fogos funcionarão no novo local até o próximo mês de julho, quando se encerra a temporada de festas juninas, período em que o comércio de fogos é bastante intensificado. “Nosso objetivo com essa mudança é, ao mesmo tempo, atender às recomendações de segurança, orientar aos comerciantes e garantir o direito dos consumidores”, acrescentou o secretário.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia