WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus secom bahia solidaria embasa policlinica itabuna secom bahia


abril 2017
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

academia vip

EMBARGO DA USINA ASFÁLTICA É GOL CONTRA DO GOVERNO MARÃO 

Um dos únicos recursos pra melhorar o aspecto visual da cidade e a trafegabilidade do ilheense, a usina asfáltica do município está proibida de funcionar. A determinação partiu do superintendente municipal de Meio Ambiente, Emilio Gusmão.

Segundo informou em seu próprio Blog, Gusmao embargou temporariamente a operação da usina por estar poluindo o meio ambiente, entre outras coisas, por descartar embalagens do óleo usado na fabricação do asfalto de forma irregular.

Apesar de correta, a iniciativa foi vista como um tiro no pé pra o Governo Marão. Auxiliares do prefeito entendem que o problema poderia ter sido abordado internamente. Primeiro porque, apesar de não operar a usina, a prefeitura é a dona do equipamento e tem responsabilidade sobre seu uso. Logo, se punida for a empresa que a opera, o município pode ser considerado có-responsável e sofrer sanções.

Segundo porque a operação tapa buracos, que necessita da usina, vinha sendo feita com regularidade e sempre agrada a população. A empresa poderia ser obrigada a corrigir os erros sem precisar parar de produzir e aplicar o asfalto.

Terceiro porque expõe uma falta de sintonia entre diferentes setores do governo e a pouca sensibilidade do superintendente Emilio Gusmão, que passa a ser visto como aquele jogador que faz gol contra o próprio time e ainda comemora.

7 respostas para “EMBARGO DA USINA ASFÁLTICA É GOL CONTRA DO GOVERNO MARÃO ”

  • Gislene says:

    Esse Gusmão é incompetente e gosta de aparecer.

  • Bocão says:

    Esse gusmão é um idiota e só o prefeito não nota.

  • Anónimo says:

    Esse Gusmão é fofoqueiro de blog, não entende nada de Gestão Ambiental, é ainda é contra o prefeito. Marao está sendo muito mal assessorado.

  • Carlos Cesar says:

    O Embargo foi corretíssimo, isso independente da dose de oposição política que no Embargo também se verifica.

  • tadeu simas says:

    olha que um colega seu blogueiro de oposiçao .chico andrade
    A decisão correta de Gusmão
    20 de abril de 2017 | Arquivado em: Bahia | Publicado por: Chico Andrade
    Conforme análise que publicamos aqui no Blog há dez dias, avaliando os cem primeiros dias da gestão do prefeito Mário Alexandre, é perceptível que o atual governo possui erros e acertos no princípio da execução do projeto que possui para o município de Ilhéus.
    Há, diante de tal contextos, acertos visíveis, decisões plausíveis e, também, trapalhadas na decolagem. A Superintendência municipal de Meio Ambiente, vinculada á Secretaria municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, contudo, acerta e constitui um dos pontos positivos do governo Marão.
    Até aqui, o superintendente Emílio Gusmão tem demonstrado competência e agido de forma eficiente, primando pela preservação do meio ambiente e sustentando com a esperada seriedade um projeto de desenvolvimento sustentável para o município. Nas últimas horas, muito se falou sobre a ação da Superintendência capitaneada por Gusmão, que embargou temporariamente a usina asfáltica do município. A empresa responsável pela operação do equipamento foi notificada da decisão.
    O embargo ocorreu após denúncia do advogado Vinícius Briglia, que apontou a ausência de licenciamento ambiental por parte da empresa, que recebeu do município a quantia de Três Milhões de Quatrocentos Mil Reais. Ao tomar tal decisão amparado tecnicamente, Gusmão acertou. O tema precisa, para além de disputas partidárias e fugazes reações de setores da sociedade que defendem o desenvolvimento econômico e o avanço do processo de urbanização de forma acelerada e pautado inúmeras vezes por degradação ambiental, ser tratado com seriedade.
    A empresa vem poluindo águas superficiais e promovendo a contaminação do solo de forma irreversível. Caso não promovesse o embargo, Gusmão assinaria a sua sentença de morte no governo, uma vez que o contexto sociocultural, geopolítico, geoambiental e socioeconômico da atualidade pressupõe zelo com os recursos públicos e responsabilidade com o meio ambiente. O embargo, assim, demonstra a competência da Superintendência de Meio Ambiente, que não cede espaço sequer para que interesses da Prefeitura Municipal se sobreponham á legalidade e á urgente necessidade de pautar o crescimento da economia de Ilhéus com ações sustentáveis.
    Lance espetacular seguido de gol de placa de Emílio Gusmão e do secretário e vice prefeito José Nazal Pacheco Soub. Se erros devem ser expostos, acertos promovidos por uma gestão também devem se tornar públicos e dignos de referencias elogiosas.

  • João Carlos says:

    Gusmão estar certíssomo com o embargo…Tem que arrumar a casa para dar exemplo, infelizmente atingiu uma atividade que é a bandeira do governo Marão que é projeto de tapa buracos da nossa Ilhéus, mas seria bem pior se o dano ambiental contaminasse o abastercimento de água da cidade.

  • José Silva says:

    Prefeitura embarga funcionamento da Central de Asfalto que além de ser dela mesmo, trabalha para ela.
    Quantas cagadas mais de Gusmão o Sr. Nazal vai ignorar passando a mão pela cabeça?
    Esta é realmente a PIADA do ANO.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia