O tema transporte coletivo, que só é lembrado em Ilhéus em tempo de aumento da tarifa, voltou a ser discutido na Câmara de Vereadores, na última semana. Antes de saírem pra o carnaval, Thadeu Muniz (PDT) e Makrisi Angeli (PT) afirmaram que os contratos de concessão firmados entre as empresas Viametro e São Miguel precisam ser analisados.

Muniz, que compõe a Comissão de Transporte, usou o microfone pra lembrar que, caso cláusulas do contrato não estejam sendo cumpridas, a concessão pode ser suspensa.

Makrisi, além de defender a abertura da caixa preta do transporte, afirmou que o conselho municipal da área deve ser reformulado, com maior participação da sociedade, assim como a mudança de finalidade, de consultivo para deliberativo. Dessa forma, o colegiado passaria a ter poder de vetar o aumento da tarifa.