Cantor teria ofendido a foliã.

A estudante Nai Souza fez um relato, em sua conta no facebook, de caso de racismo que teria acontecido durante o carnaval de Itabuna, no último domingo, dia 12.

Nai perdeu sua carteira de identidade e a produção do camarote Dubai achou. O cantor Sinho Ferrary, que se apresentava no local, ao comunicar que havia achado o documento, teria feito chacota da foto da estudante, desdenhando de seu cabelo.

Confira o relato:

Vou contar uma situação que aconteceu ontem a noite comigo. Último dia de carnaval aqui em Itabuna, minha família e alguns amigos decidimos ir para o camarote Dubai onde aconteceu shows particulares… Tudo certo, tudo lindo, até que perdi meu RG e entregaram para um cantor chamado SINHO FERRARY que se apresentava, um cantor que já se acha um pop star na região. O tal se achou no direito de me difamar publicamente quando pegou a foto e viu meu cabelo, e repetidas vezes falava em tom de desdenho sobre o quão feio é, e ainda me indicou um cabedeleiro que o mesmo conhecia. Enquanto minha irmã não foi pegar ele fez chacota de mim e ria sem parar, não tive nenhum reação a não ser abaixar a cabeça e lamentar o que estava acontecendo comigo. O que mais me entristece é diferente de mim ele não tem nada, negro, cabelo crespo, não nega as raízes de que veio. Hoje passei o dia todo me perguntando quantas ofensas esse rapaz não passou na vida, ele é gay, é negro e veio de família humilde… Infelizmente o mundo está contaminado por pessoas como ele, que exigem padrões de beleza diferente da realidade da população, principalmente a brasileira. Sinho Ferrary não esqueçam esse nome, gostaria do fundo meu coração que ele pudesse ler esta mensagem e perceber o quão infeliz foram seus comentários preconceituosos…
O meu cabelo é lindo, e não peço opinião!!!!