WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


fevereiro 2017
D S T Q Q S S
    mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  


:: 7/fev/2017 . 16:56

ILHÉUS REGISTRA DOIS CASOS DE FERIDOS POR CAUSA DE CEROL DE PIPA

Do Tabuleiro

Fotos do Tabuleiro


O ​advogado Breno Caires passou por uma situação de extremo risco nesta segunda-feira (06), no Parque Infantil, Malhado, Zona Norte de Ilhéus. Cairo pilotava uma moto quando acabou se chocando numa linha de pipa que aparentemente não tinha cerol mas foi o suficiente para fazer um grande estrago à garganta do rapaz. A sorte do advogado é que no momento do choque com a linha, o veículo estava em baixa velocidade. Se fosse diferente a lesão seria maior, podendo até causar a morte.

Um outro caso parecido aconteceu em dezembro do ano passado, envolvendo o técnico em eletrônica, Valdemir Brito.

“Todo domingo é isso entre o Cine Santa Clara e a Companhia 68, às vezes tem mais de cinquenta pessoas soltando pipa com cerol. Eu estava de moto, sorte que estava devagar”, disse Valdemir à reportagem de O Tabuleiro.

Valdemir disse ainda que ligou para 190 para denunciar o fato, mas não foi atendido.

O que é Cerol?
Feito com raspas de vidro, pó metálico e cola, o cerol é usado nas pipas para cortar  a linha do  concorrente. O material é muito perigoso. Além de provocar ferimentos graves e a morte ao atingir as pessoas, põe em risco a vida de quem usa. Em contato com a rede elétrica, é condutor de energia e pode provocar choques graves.

EMPRESÁRIOS COMPRAM O RESTAURANTE VESÚVIO

Sob nova direção.

O restaurante Vesúvio, um dos mais visitados por turistas em Ilhéus, vai passar a ser administrado, até o fim deste semestre, pelos empresários que controlam o Buteco do Posto, localizado na Praia do Sul.

Ainda não há data específica para a nova administração começar a tocar o restaurante, que compõe a obra do escritor Jorge Amado. Os novos donos são ligados também à família que mantém a Faculdade de Ilhéus.

ILHÉUS: CÂMARA NOMEIA FOTÓGRAFO DE MARÃO

Nomeado na câmara, pelo presidente Lukas Paiva.

Causou estranheza a um leitor, que afirma ser estudante de direito da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), o fato de o fotógrafo oficial do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, Clodoaldo Ribeiro, ter sido nomeado para um cargo no município e outro na Câmara de Vereadores.

As duas funções são enquadradas como cargo em comissão. A legislação prevê que o exercício em postos desse tipo se dê em período integral, tendo o nomeado que estar à disposição do órgão o tempo todo ou quando houver necessidade.

Nomeado na Prefeitura por Marão.

Daí, conclui o estudante, que prefere não se identificar, é impossível que uma pessoa consiga ocupar dois cargos em comissão ao mesmo tempo. “E se os dois órgãos em que é nomeado precisarem dele no mesmo período, como fica? Se for processado, o nomeado pode, inclusive, ter de devolver salários já recebidos”.

Aí fica a pergunta no ar.

MATADOURO MEIRA JOGA DEJETOS NO RIO EM ILHÉUS, DENUNCIAM MORADORES

Do FRN

Sangue dos animais abatidos jogado no rio.

Os moradores do Condomínio Morada do Porto (minha casa, minha vida), situado às margens da Rodovia Ilhéus-Itabuna, sofrem com a infestação de moscas e o odor insuportável vindo do matadouro do Supermercados Meira. A fedentina está causando mal-estar, tonturas, dores de cabeça e ânsia de vômito, além das doenças que podem ser transmitidas através dos insetos

Os populares disseram que após os animais serem abatidos com as partes encharcadas de sangue, os restos são jogados no Rio Cachoeira, caracterizando assim, crime ambiental. O problema já foi comunicado a Superintendência de Meio Ambiente e Secretaria de Saúde, porém nenhuma providência foi adotada, não se sabe os motivos.

A vigilância sanitária, apesar de informada da situação, faz vista grossa, esquecendo que de acordo com a Constituição federal, a saúde é direito de todos e dever do estado, município e união, garantir politicas sociais e econômicas a redução de riscos de doenças.

BRADESCO MALTRATA CLIENTES EM ILHÉUS

Banco cheio e só um caixa funcionando.

Clientes da agência do Bradesco, localizada no calçadão Marquês de Paranaguá, antigo HSBC, em Ilhéus, reclamam do descaso com que são tratados. Segundo informações repassadas ao Sindicato dos Bancários, em dia e horário de pico, o banco funcionou com apenas um funcionário no caixa.

De acordo com Rodrigo Cardoso, presidente do sindicato bancário local “além de prejudicar clientes, a falta de funcionários acaba levando ao adoecimento dos bancários por sobrecarga de trabalho. Por isso o sindicato sempre pautou a necessidade da contratação de mais bancários, pois, mais qualidade no atendimento só é possível com melhores condições de trabalho”.

O Sindicato levará o problema à Direção Regional do banco e não descarta a realização de protestos, caso não haja rápida solução.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia